Insuficiência Renal → Qual a Sua Relação Com a Diabetes?

Olá, aqui é o Dr. Rocha falando e hoje iremos abordar um assunto um tanto quanto delicado, a insuficiência renal e sua correlação com o diabetes.

O que é Insuficiência RenalO que é Insuficiência Renal

A insuficiência renal nada mais é do que a incapacidade dos rins filtrarem o sangue, eliminando substâncias que estão em excesso na corrente sanguínea, como ureia ou creatinina, por exemplo, que tendem a se acumular no organismo quando os rins não estão funcionando corretamente.

A insuficiência renal pode ser crônica ou aguda. Na aguda, a doença se caracteriza por uma rápida redução da função renal, enquanto que na crônica, há uma perda gradual do funcionamento renal, causado por alguns fatores como infecção urinária, hipertensão ou desidratação.

Normalmente a insuficiência renal aguda é passível de cura, enquanto que a insuficiência renal crônica nem sempre possui cura e o tratamento é a hemodiálise, ou até mesmo transplante de rim para proporcionar qualidade de vida ao paciente.

Sintomas da Insuficiência Renal

Recebo bastante as seguintes perguntas a respeito desta doença: Dr. Rocha, quais são os sintomas da insuficiência renal? Há diferença de sintomas da insuficiência aguda para a crônica?

Eu respondo que os sintomas da doença renal são característicos para a doença aguda ou para crônica, e mostrarei a seguir quais são os sintomas de cada uma.

Sintomas de doença renal aguda são:

  • Paciente urina pouco, com uma coloração amarela escura e com cheiro forte;
  • Presença de cansaço sem grande esforço e falta de ar;
  • Dor na parte inferior das costas, que é onde se localizam os rins;
  • Membros inferiores, como pernas e pés inchados;
  • Surgimento de hipertensão arterial;
  • Quadros de febre superiores a 39ºC;
  • Constante falta de apetite acompanhada de náuseas e vômitos;
  • Tosse acompanhada de sangue;
  • Surgimento de pequenos caroços pelo corpo.

Sintomas da doença renal crônica são:

  • Vontade frequente de urinar, principalmente durante a noite, onde o paciente precisa acordar para urinar;
  • Urina com cheiro forte e presença de espuma;
  • Pressão arterial muito elevada – algo que pode causar AVC ou insuficiência cardíaca;
  • Sensação de pernas pesadas;
  • Mãos trêmulas sem motivo aparente;
  • Cansaço intenso e sem motivo aparente;
  • Fraqueza muscular;
  • Cãibras frequentes;
  • Sensação de formigamentos nas mãos e pés;
  • Perda de sensibilidade;
  • Episódios de convulsões;
  • Pele amarelada;
  • Náuseas e vômitos;
  • Desenvolvimento de uma camada esbranquiçada na pele que se assemelha ao pó, resultado da ureia elevada que se cristaliza quando fica em contato com o suor.

Diagnóstico

O diagnóstico de insuficiência renal pode ser feito com base nos sintomas apresentados pelos pacientes, além de exames como ultrassom, ressonância magnética e tomografia computadorizada que detecta alterações no rim, além de exames de sangue e urina que dosam e podem mostrar alterações nos valores de ureia, creatinina e potássio, que são indicadores de função renal.

Causas

Dentre as causas da insuficiência renal, as mais importantes são:

  • Diminuição da quantidade de sangue nos rins, causados por desidratação, mau funcionamento dos rins ou pressão arterial diminuída;
  • Lesão renal devido a pedras nos rins ou intoxicação através de alimentação, ou uso excessivo de determinados medicamentos;
  • Interrupção da passagem da urina, causada pelo aumento anormal da próstata ou presença de algum tumor;
  • Diabetes, que pode causar sérios problemas renais e comprometer o bom funcionamento do órgão.

Diabetes e a Insuficiência RenalDiabetes e a Insuficiência Renal

Você pode estar se perguntando: a diabetes e a insuficiência renal tem alguma relação?

Eu respondo que sim.

Infelizmente o diabetes é uma das principais causas de doenças renais. As chances de um paciente diabético desenvolver algum tipo de problema renal, gira em torno de 30%.

O diabetes mellitus é uma doença crônica caracterizada por graus variáveis de resistência e deficiência insulínica. Infelizmente sua ocorrência vem aumentando em todo o mundo.

Como se sabe, pacientes diabéticos tendem a ter maior glicose circulante em sua corrente sanguínea. Essa glicose circulante lesiona tecidos por onde passa, e nos rins não é diferente.

A nefropatia diabética, como é chamada a insuficiência renal proveniente do diabetes, resulta da longa exposição do paciente à glicemia elevada, causando uma série de danos à saúde do paciente.

Consequências da Insuficiência Renal

 

Dentre as principais consequências da insuficiência renal, eu posso citar a hipertensão arterial, que pode levar o paciente a desenvolver uma série de problemas cardiovasculares; problemas hemorrágicos, como úlceras e gastrites; problemas infecciosos, pois problemas renais diminuem a imunidade.

Além disso, em casos de insuficiência renal crônica, os pacientes são obrigados a se submeterem a hemodiálise e/ou necessidade de transplante renal.

Como a Alimentação Pode Ajudar a Prevenir a Insuficiência Renal

Quando falamos em doenças renais, logo surge o questionamento sobre excesso de proteína e danos aos rins. Porém, estudos de alto nível de evidência científica já demonstraram que o consumo de proteínas não causa nenhum dano renal.

Então o que pode causar problema renal? Glicose. Isso mesmo, excesso de glicose na corrente sanguínea pode causar sérios danos renais. Sendo assim, para uma saúde renal de qualidade, se faz necessária uma alimentação inteligente.

Alimentos ricos em carboidratos refinados que são transformados em glicose de maneira rápida ao serem ingeridos devem ser evitados ou consumidos de maneira mínima.

Para evitar qualquer tipo de problema renal, deve-se priorizar o consumo de vegetais folhosos, tais como espinafre, rúcula, repolho, couve, brócolis, couve-flor. Estes são os carboidratos fibrosos são ricos em antioxidantes e também em vitaminas e minerais, que promovem o bom funcionamento e limpeza do organismo de quem os ingerem.

Além disso, alimentos ricos em gorduras benéficas, e proteínas de alto valor biológico como ovos, azeites, peixes gordos e carnes vermelhas são capazes de fornecer energia, manter altos níveis de imunidade, e não causar nenhum tipo de lesão ou sobrecarga renal. Algo fundamental para pacientes que possuem insuficiência renal

Utilizar alimentos de qualidade é fazer uso de uma alimentação inteligente. Esse tipo de ação é sem sombra de dúvidas, a melhor maneira de se obter saúde, qualidade de vida e ainda proteger os rins.

Portanto eu reitero: Procure sempre fazer escolhas saudáveis e corretas.

Me despeço de você desejando saúde e felicidade.

Gostou do nosso texto? Curta, compartilhe e comente!

Forte abraço e até a próxima.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (19.763 votes, average: 4,80 out of 5)
Loading...

Posts Relacionados

Comentarios

E ai gostou? Deixe aqui seu comentário