Ansiedade → Causas, Sintomas e Como Controlar (Veja AQUI!)

Olá, aqui é o Dr. Rocha e hoje quero falar com vocês sobre um assunto muito delicado e muitas vezes negligenciado: A Ansiedade.

Recebo frequentemente muitas queixas de mulheres via e-mail, ou então das minhas alunas dizendo que sofrem de ansiedade, que dormem mal e que não conseguem se concentrar nos simples afazeres diários.

A principal questão que recebo sobre o tema é: Dr. Rocha, afinal o que é ansiedade?

O termo ansiedade possui diversas definições. Em dicionários não técnicos a patologia também conhecida como transtorno de ansiedade está descrita como aflição, angústia, perturbação de espírito causada por incertezas, relação com contextos de perigo e muitos outros.

Levando-se em conta agora o aspecto técnico, devemos entender que a ansiedade nada mais é do que um fenômeno fisiológico que ora nos beneficia, ora nos prejudica. Tudo isso depende das circunstâncias e/ou intensidade com que as crises acometem as pessoas.

Quando ocorre em pequenas quantidades, a ansiedade estimula o indivíduo a entrar em ação e realizar diversas funções, porém em excesso, ocorre exatamente o contrário, impedindo que reações possam ocorrer. Quando alguém fica travado é sinal de que esse distúrbio se tornou patológico e pode prejudicar o funcionamento do corpo e mente.

Causas

As causas desse transtorno são provenientes e estão diretamente ligadas às experiências de vida individuais de cada pessoa. O indivíduo pode se sentir ansioso sem qualquer razão aparente.

Quando atinge o estado patológico, a doença tem o poder de fazer com que as pessoas deixem de realizar tarefas cotidianas antes consideradas comuns e simples, tais como utilizar o elevador, sair com os amigos e frequentar lugares muito cheios, por exemplo. Tudo isso devido ao desconforto causado pelo dessossego.

Pode-se afirmar sem qualquer chance de erros, que a ansiedade é causada não apenas por um único fator isolado e sim por diversos fatores que agem ao mesmo tempo, como problemas em casa e no trabalho, por exemplo. Na maioria dos casos, o desgaste psicológico e/ou emocional funciona como gatilho para desencadear uma ou mais crises.

Ansiedade: Sinais e Sintomas

Todas as pessoas ficam nervosas ou então ansiosas de tempos emestresse tempos. Falar em público pode ser extremamente estressante para uns, enquanto é tranquilo para outros, do mesmo modo que passar por dificuldades financeiras pode ser desgastante ou então sequer afetar indivíduos com diferentes visões sobre essa situação.

A apreensão pode surgir de diferentes formas, entre as principais podemos citar as fobias, ataques de pânicos, inapetência – que nada mais é do que a falta de apetite sem razões aparentes ou até mesmo compulsão alimentar.

É algo muito comum minhas alunas perguntarem: Dr. Rocha quais são os sinais e sintomas de ansiedade?

Os principais sintomas dessa síndrome são:

  • Preocupações excessivas;
  • Dificuldades para dormir, sono picado e insônia;
  • Medos e fobias irracionais, sem fundamento algum;
  • Tensão e dores musculares;
  • Má crônica;
  • Medo de falar e/ou se comunicar em público;
  • Pânico sem motivo ou razão aparente;
  • Recordações momentos difíceis e/ou amedrontadores;
  • Perfeccionismo;
  • Comportamento compulsivo;
  • Compulsão alimentar
  • Sensação de que algo ruim está prestes a acontecer;
  • Falta de controle sobre seus pensamentos;
  • Medo extremo de determinado objeto ou situação em particular;
  • Pavor após enfrentar uma situação difícil;
  • Preocupações exageradas com dinheiro, saúde, família e amigos.

 

Como Tratar?

Atualmente existem três maneiras de se tratar a patologia. São elas:

  • Tratamento medicamentoso – sempre com acompanhamento e receitas médicas;
  • Terapia com psicólogo ou psiquiatra;
  • Terapia e mudança de estilo de vida.

Medicamentos utilizados

Há uma série de remédios para ansiedade que são utilizados. Muitos consistem basicamente no mesmo modo de funcionamento: Eles agem diretamente no SNC – Sistema Nervoso Central do organismo da pessoa fazendo com que hormônios que remetam à sensação de bem-estar sejam liberados, tornando os indivíduos mais calmos, felizes e relaxados.

É importante salientarmos que apenas um médico pode afirmar se é necessário tratamento medicamentoso e se caso positivo, qual é o medicamento mais indicado para ser utilizado de acordo com as necessidades de cada paciente. Jamais se automediquem, tampouco interrompam o tratamento sem consultar um médico previamente.

É interessante buscar remédios naturais para evitar os problemas que os medicamentos tradicionais podem causar. Eu fiz um passo a passo de desintoxicação para você e disponibilizei no Viver Nature. Nele, eu também compartilho todo mês informações de qualidade. São informações e dicas baseadas em estudos de elevado nível de evidência científica. Confira e participe do curso gratuito AGORA mesmo! Clique aqui para se cadastrar.

Tratamento Terapêutico

O tratamento terapêutico consiste em sessões de terapia que ocorrem entre psicólogo ou psiquiatra e o paciente. Nessas sessões terapêuticas o paciente e seu terapeuta conversam e o paciente vai se autoconhecendo, se tornando dessa maneira mais autoconfiante, tranquilo e capaz de lidar com as situações que lhe causavam fobia, pânico, medo, além de um grande desconforto.

Como Controlar 

Muitas alunas dizem sofrer de pequenas síndromes de ansiedade,corrida que normalmente são causadas pelo estresse do dia-a-dia. Elas dizem não querer se tratarem com medicamentos, tampouco fazer terapias e sempre acabam me questionando: Dr. Rocha existem maneiras naturais de aliviar a ansiedade?

Eu respondo que sim.

Há muitas maneiras naturais de se sentir aliviado e entre as principais eu posso citar:

  • Realização de exercícios e/ou atividades físicas – que irão liberar hormônios que causam sensação de tranquilidade e bem-estar;
  • Utilizar ervas medicinais e suplementos alimentares que são poderosos calmantes naturais como erva cidreira, hibisco, ômega 3 e Valeriana, por exemplo.
  • Utilizar velas perfumadas e essências para diminuir a luz ambiente e causar sensação de conforto e relaxamento;
  • Diminuir a ingestão de cafeína, uma vez que esta substância é estimulante e nos deixa alerta;
  • Passar um tempo com amigos e/ou com pessoas queridas como primos, pais, avós, tios e demais familiares;
  • Aprender a dizer não e respeitar seus limites emocionais, principalmente no ambiente de trabalho e dentro de um relacionamento;
  • Realizar atividades que potencializem o uso da mente, como yoga, pilates ou mindfulness;
  • Ouvir músicas que você gosta e que fazem você relaxar e pensar em coisas boas;

Outro questionamento que sempre recebo é: Dr. Rocha, existe algum alimento específico para controlar a ansiedade?

Na verdade, não. Mas é sabido, pela boa ciência, que alguns alimentos podem atrapalhar ou ajudar no controle da ansiedade. Alimentos que atrapalham são: açúcar, farináceos de trigo e alimentos industrializados. Estes aumentam a oxidação celular e contribuem para compulsão alimentar.

O ideal é incluir alimentos que nutrem e proporcionam saciedade como aqueles ricos em gorduras saudáveis como ovos, óleo de coco e oleaginosas.

Uma das melhores maneiras de controlar a ansiedade é não descartar que existe um problema e encará-lo de frente. Aliar as técnicas de tratamento bem como utilizar alimentos que contribuem para trazer tranquilidade e bem-estar em conjunto com atividades físicas é uma ótima forma de controlar a ansiedade e vencê-la enfim, de maneira definitiva.

Forte abraço e até a próxima!

Posts Relacionados

Comentarios

  1. Ângela oliveira

    Todos os comentarios do dr.Rocha são maravilhosos aprendi muito e hoje não tomo mais remédio para diabetes, obrigado.

  2. Guaracira

    Bom dia!
    Procurando saber mais sobre diabetes, encontro esse sitr que me deixou animada, mas como tudo tem seu preço e até que não está muito caro, gostaria de fazer. No momento estou desempregada e dependendo do SUS. Onde não encontro profissionais especializados. Qual será o meu fim?
    Poderiam me ajudar já que é isso que propõe?
    Obrigada

    • suporte@drrocha.com.br

      Olá, tudo bom!
      Nosso atendimento é realizado apenas por e-mail!
      Envie-nos sua dúvida para nosso e-mail de atendimento : suporte@drrocha.com.br assim poderemos lhe auxiliar
      melhor sobre nosso tratamento!
      Equipe de suporte.

  3. Sandra Regina

    Sofro com ansiedade e não consigo ficar sem café

    • suporte@drrocha.com.br

      Mantenha o foco, Sandra!
      Equipe Dr. Rocha.

  4. Ivete Rodrigues

    Obrigada pelas dicas

    • suporte@drrocha.com.br

      😉
      Equipe Dr. Rocha.

  5. Vera Alcantra

    Muitos sintomas me perseguem

    • suporte@drrocha.com.br

      Poxa, Vera. 🙁
      Equipe Dr. Rocha.

  6. Janilsa Santana

    Estou fazendo terapia. Espero melhorar.

    • suporte@drrocha.com.br

      Mantenha o foco, Janilsa. 😉
      Equipe Dr. Rocha.

  7. Simone Vieira

    Sofro com ansiedade e insonia

    • suporte@drrocha.com.br

      A ansiedade é uma das principais causas da insônia. 🙁
      Equipe Dr. Rocha.

  8. Daniele

    Obrigada Doutor R.

    • suporte@drrocha.com.br

      A ansiedade é uma das principais causas da insônia. 🙁
      Equipe Dr. Rocha.

  9. Luciene

    Faço exercicios para controlar

    • suporte@drrocha.com.br

      Que bom, Luciene!
      Equipe Dr. Rocha.

  10. Tamires G. Mendel

    Que coisa triste

    • suporte@drrocha.com.br

      🙁
      Equipe Dr. Rocha.

  11. Marco Toro

    Show Dr Rocha

    • suporte@drrocha.com.br

      😉
      Equipe Dr. Rocha.

E ai gostou? Deixe aqui seu comentário