Ansiedade → Causas, Sintomas e Como Controlar (Veja AQUI!)

Olá, aqui é o Dr. Rocha e hoje quero falar com vocês sobre um assunto muito delicado e muitas vezes negligenciado: A Ansiedade.

Recebo frequentemente muitas queixas de mulheres via e-mail, ou então das minhas alunas dizendo que sofrem de ansiedade, que dormem mal e que não conseguem se concentrar nos simples afazeres diários.

A principal questão que recebo sobre o tema é: Dr. Rocha, afinal o que é ansiedade?

O termo ansiedade possui diversas definições. Em dicionários não técnicos a patologia também conhecida como transtorno de ansiedade está descrita como aflição, angústia, perturbação de espírito causada por incertezas, relação com contextos de perigo e muitos outros.

Levando-se em conta agora o aspecto técnico, devemos entender que a ansiedade nada mais é do que um fenômeno fisiológico que ora nos beneficia, ora nos prejudica. Tudo isso depende das circunstâncias e/ou intensidade com que as crises acometem as pessoas.

Quando ocorre em pequenas quantidades, a ansiedade estimula o indivíduo a entrar em ação e realizar diversas funções, porém em excesso, ocorre exatamente o contrário, impedindo que reações possam ocorrer. Quando alguém fica travado é sinal de que esse distúrbio se tornou patológico e pode prejudicar o funcionamento do corpo e mente.


Ansiedade: Causas

As causas desse transtorno são provenientes e estão diretamente ligadas às experiências de vida individuais de cada pessoa. O indivíduo pode se sentir ansioso sem qualquer razão aparente.

Quando atinge o estado patológico, a doença tem o poder de fazer com que as pessoas deixem de realizar tarefas cotidianas antes consideradas comuns e simples, tais como utilizar o elevador, sair com os amigos e frequentar lugares muito cheios, por exemplo. Tudo isso devido ao desconforto causado pelo dessossego.

Pode-se afirmar sem qualquer chance de erros, que a ansiedade é causada não apenas por um único fator isolado e sim por diversos fatores que agem ao mesmo tempo, como problemas em casa e no trabalho, por exemplo. Na maioria dos casos, o desgaste psicológico e/ou emocional funciona como gatilho para desencadear uma ou mais crises.

Ansiedade: Sinais e SintomasAnsiedade: Sinais e Sintomas

Todas as pessoas ficam nervosas ou então ansiosas de tempos em tempos. Falar em público pode ser extremamente estressante para uns, enquanto é tranquilo para outros, do mesmo modo que passar por dificuldades financeiras pode ser desgastante ou então sequer afetar indivíduos com diferentes visões sobre essa situação.

A apreensão pode surgir de diferentes formas, entre as principais podemos citar as fobias, ataques de pânicos, inapetência – que nada mais é do que a falta de apetite sem razões aparentes ou até mesmo compulsão alimentar.

É algo muito comum minhas alunas perguntarem: Dr. Rocha quais são os sinais e sintomas de ansiedade?

Os principais sintomas dessa síndrome são:

  • Preocupações excessivas;
  • Dificuldades para dormir, sono picado e insônia;
  • Medos e fobias irracionais, sem fundamento algum;
  • Tensão e dores musculares;
  • Má crônica;
  • Medo de falar e/ou se comunicar em público;
  • Pânico sem motivo ou razão aparente;
  • Recordações momentos difíceis e/ou amedrontadores;
  • Perfeccionismo;
  • Comportamento compulsivo;
  • Compulsão alimentar
  • Sensação de que algo ruim está prestes a acontecer;
  • Falta de controle sobre seus pensamentos;
  • Medo extremo de determinado objeto ou situação em particular;
  • Pavor após enfrentar uma situação difícil;
  • Preocupações exageradas com dinheiro, saúde, família e amigos.

Ansiedade: Como Tratar?

Atualmente existem três maneiras de se tratar a patologia. São elas:

  • Tratamento medicamentoso – sempre com acompanhamento e receitas médicas;
  • Terapia com psicólogo ou psiquiatra;
  • Terapia e mudança de estilo de vida.

Medicamentos utilizados na Ansiedade

Há uma série de remédios para ansiedade que são utilizados. Muitos consistem basicamente no mesmo modo de funcionamento: Eles agem diretamente no SNC – Sistema Nervoso Central do organismo da pessoa fazendo com que hormônios que remetam à sensação de bem-estar sejam liberados, tornando os indivíduos mais calmos, felizes e relaxados.

É importante salientarmos que apenas um médico pode afirmar se é necessário tratamento medicamentoso e se caso positivo, qual é o medicamento mais indicado para ser utilizado de acordo com as necessidades de cada paciente. Jamais se automediquem, tampouco interrompam o tratamento sem consultar um médico previamente.

Tratamento Terapêutico

O tratamento terapêutico consiste em sessões de terapia que ocorrem entre psicólogo ou psiquiatra e o paciente. Nessas sessões terapêuticas o paciente e seu terapeuta conversam e o paciente vai se autoconhecendo, se tornando dessa maneira mais autoconfiante, tranquilo e capaz de lidar com as situações que lhe causavam fobia, pânico, medo, além de um grande desconforto.

Como Controlar a Ansiedade

Como Controlar a AnsiedadeMuitas alunas dizem sofrer de pequenas síndromes de ansiedade, que normalmente são causadas pelo estresse do dia-a-dia. Elas dizem não querer se tratarem com medicamentos, tampouco fazer terapias e sempre acabam me questionando: Dr. Rocha existem maneiras naturais de aliviar a ansiedade?

Eu respondo que sim.

Há muitas maneiras naturais de se sentir aliviado e entre as principais eu posso citar:

  • Realização de exercícios e/ou atividades físicas – que irão liberar hormônios que causam sensação de tranquilidade e bem-estar;
  • Utilizar ervas medicinais e suplementos alimentares que são poderosos calmantes naturais como erva cidreira, hibisco, ômega 3 e Valeriana, por exemplo.
  • Utilizar velas perfumadas e essências para diminuir a luz ambiente e causar sensação de conforto e relaxamento;
  • Diminuir a ingestão de cafeína, uma vez que esta substância é estimulante e nos deixa alerta;
  • Passar um tempo com amigos e/ou com pessoas queridas como primos, pais, avós, tios e demais familiares;
  • Aprender a dizer não e respeitar seus limites emocionais, principalmente no ambiente de trabalho e dentro de um relacionamento;
  • Realizar atividades que potencializem o uso da mente, como yoga, pilates ou mindfulness;
  • Ouvir músicas que você gosta e que fazem você relaxar e pensar em coisas boas;

Outro questionamento que sempre recebo é: Dr. Rocha, existe algum alimento específico para controlar a ansiedade?

Na verdade, não. Mas é sabido, pela boa ciência, que alguns alimentos podem atrapalhar ou ajudar no controle da ansiedade. Alimentos que atrapalham são: açúcar, farináceos de trigo e alimentos industrializados. Estes aumentam a oxidação celular e contribuem para compulsão alimentar.

O ideal é incluir alimentos que nutrem e proporcionam saciedade como aqueles ricos em gorduras saudáveis como ovos, óleo de coco e oleaginosas.

Uma das melhores maneiras de controlar a ansiedade é não descartar que existe um problema e encará-lo de frente. Aliar as técnicas de tratamento bem como utilizar alimentos que contribuem para trazer tranquilidade e bem-estar em conjunto com atividades físicas é uma ótima forma de controlar a ansiedade e vencê-la enfim, de maneira definitiva.

Forte abraço e até a próxima!

 

Posts Relacionados

Comentarios

  1. Ângela oliveira

    Todos os comentarios do dr.Rocha são maravilhosos aprendi muito e hoje não tomo mais remédio para diabetes, obrigado.

  2. Guaracira

    Bom dia!
    Procurando saber mais sobre diabetes, encontro esse sitr que me deixou animada, mas como tudo tem seu preço e até que não está muito caro, gostaria de fazer. No momento estou desempregada e dependendo do SUS. Onde não encontro profissionais especializados. Qual será o meu fim?
    Poderiam me ajudar já que é isso que propõe?
    Obrigada

    • suporte@drrocha.com.br

      Olá, tudo bom!
      Nosso atendimento é realizado apenas por e-mail!
      Envie-nos sua dúvida para nosso e-mail de atendimento : suporte@drrocha.com.br assim poderemos lhe auxiliar
      melhor sobre nosso tratamento!
      Equipe de suporte.

E ai gostou? Deixe aqui seu comentário