Gengivite → Você Conhece As Causas Dessa Inflamação? (Veja Aqui!)

Olá, aqui é o Dr. Rocha para mais um artigo. Hoje vamos falar sobre a gengivite. Um problema de saúde bucal.

 

Sabe o que é Gengivite?

A gengivite é uma inflamação na gengiva. Trata-se do estágio inicial da doença periodontal e, portanto, mais simples de ser tratada. Porém, esse problema de saúde bucal pode progredir e culminar em complicações extremamente graves e desagradáveis.

Causas

A gengivite é a primeira fase da doença periodontal e consiste em uma inflamação primária que pode causar alterações teciduais nas estruturas que sustentam os dentes, como gengivas, ligamentos e osso alveolar.

Causas da GengiviteEm diversas ocasiões esse problema de saúde é um resultado direto dos efeitos do acúmulo de placa bacteriana a longo prazo. Normalmente a gengivite é causada por uma higiene bucal deficiente e/ou então mal orientada.

A placa bacteriana é um material grudento, constituído principalmente por bactérias, resíduos alimentares e muco, que normalmente se desenvolve na parte exposta dos dentes. Esse tipo de substância é a principal responsável também pelo surgimento de cáries.

Caso a placa bacteriana não seja removida ela endurece e se transforma no que os dentistas chamam de tártaro, que fica preso diretamente sobre os dentes. As bactérias que ali se desenvolvem são capazes de irritar as gengivas, fazendo com que se tornem sensíveis e fiquem inchadas.

De acordo com dentistas, embora a placa bacteriana e o acúmulo de tártaro sejam as principais causas da gengivite, outros fatores também podem culminar no surgimento/instalação desse problema de saúde. Entre eles estão:

  • Escovação excessiva;
  • Limpeza em demasia com o fio dental;
  • Alterações hormonais, uma vez que deixam mucosas corporais mais sensíveis;
  • Dentes desalinhados;
  • Aparelhos ortodônticos mal encaixados ou sujos;
  • Pontas de obturação ásperas;
  • Dentaduras desgastadas;
  • Uso de determinados medicamentos;
  • Uso de anticoncepcional, como por exemplo: Perlutan;
  • Acúmulo de metais pesados, como o chumbo no organismo;
  • Tabagismo;
  • Deficiências nutricionais;
  • Baixa imunidade;
  • Boca seca;
  • Diabetes.

Sintomas

A gengiva, quando está inflamada, normalmente se torna mais avermelhada do que o normal. Em casos extremos a coloração dessa mucosa pode se tornar arroxeada, ficando sensível e sangrando com extrema facilidade durante simples escovações dentárias e até mesmo após o uso do fio dental. No entanto, só costumam incomodar, quando são tocadas.

Embora possa parecer loucura, é relativamente comum a pessoa ter gengivite e não sentir nenhum tipo de dor, portanto uma pessoa pode estar com a gengiva inflamada sem nem saber disso.

Por isso é extremamente importante ficar atento aos sintomas desse problema de saúde. Entre os sinais mais comuns desse problema de saúde estão:

  • Dentes ficarem com aspectos mais longos, devido à retração da gengiva;
  • Gengivas se afastarem dos dentes, criando espaços vazios;
  • O encaixar dos dentes se tornam espaçados e enfraquecidos, normalmente a forma da mordida da pessoa tende a mudar;
  • Ocorrência de secreção purulenta ao redor dos dentes;
  • Gosto ruim frequente na boca;
  • Mau hálito constante.

Complicações possíveis

A gengivite é apenas o começo do que pode se tornar um problema ainda pior se não for tratada.

infartoUma gengiva inflamada sem tratamento pode provocar a queda de todos os dentes da boca, dentre as principais complicações da gengivite está a periodontite, doença em que os ossos e fibras musculares bucais que mantém os dentes em posição correta são totalmente danificados.

Depois de instalada, a periodontite faz com que os dentes mudem de lugar ou então se tornem moles perdendo suas funções, dificultando simples tarefas cotidianas como alimentar-se de modo saudável, por exemplo.

Além disso, doenças bucais, podem afetar toda a saúde do organismo, elevando o risco do surgimento de problemas como infarto, AVC e até mesmo problemas pulmonares.

Pelo fato da boca ser uma região altamente vascularizada e repleta de bactérias, pequenas lesões bucais podem originar uma série de processos inflamatórios/infecciosos que em casos mais extremos pode até mesmo levar à morte.

Diagnóstico

O diagnóstico de gengivite ocorre por meio da descrição dos sintomas do paciente ao dentista e consequentemente pelo exame analítico de dentes, língua, paredes internas da boca e principalmente pela gengiva do paciente.

Normalmente o dentista busca por acúmulo de placa bacteriana e acúmulo de tártaro nos dentes que possam estar afetando diretamente a saúde da gengiva.

Exames mais específicos como radiográficas de crânio e ultrassonografia gengival podem ser realizados para auxiliar no diagnóstico preciso desse tipo de problema.

Tratamento

O tratamento da gengivite tem como principal objeto eliminar as causas para enfim reverter o processo inflamatório e impedir que ele progrida até que se torne um problema mais grave. Dentistas afirmam que o tratamento ideal é profilático e contínuo.

Comumente, o tratamento ocorre da seguinte maneira:

  • Consultas odontológicas periódicas para avaliação bucal e limpeza para remoção de placa bacteriana e tártaro da superfície dos dentes;
  • Escovação dental após todas as refeições e passagem do fio dental diariamente;
  • No caso de uso de aparelhos ortodônticos, próteses ou dentaduras, higienização de maneira especial devem ocorrer;

Como citei anteriormente a profilaxia é a melhor forma de tratar e evitar que a doença avance.

Em casos onde a inflamação da gengiva está em estágio avançado de inflamação e até mesmo se tornou um processo infeccioso, medicamentos anti-inflamatórios e até mesmo antibióticos podem ser utilizados para acelerar o processo de recuperação do tecido oral.

Compostos Naturais podem amenizar e acelerar o tratamento

Compostos naturais são chamados de fitoterápicos. Os fitoterápicos são substâncias obtidas de modo natural de plantas medicinais ou alimentos funcionais.

Eles podem ser armazenados em cápsulas, consumidos sob a forma de chás, ou utilizados como géis, pomadas e até mesmo óleos.

Quando se fala em inflamação, eles podem ter efeitos anestésicos e anti-inflamatórios naturais amenizando os sintomas e acelerando o tratamento.

Dentre as alternativas naturais para a gengivite estão o uso dos seguintes chás:

  • Camomila;
  • Hortelã;
  • Cravo da índia;
  • Sálvia;
  • Equinácea.

Todos esses chás possuem efeito anti-inflamatório sistêmico, portanto, podem ser consumidos por quem foi diagnosticado com gengivite e também podem ser utilizados para fazer bochechos.

Seus compostos diminuem a inflamação localizada e causa alivio dos incômodos sintomas causados pelo problema de saúde.

Compostos naturais são tão ou mais poderosos do que medicamentos, porém para serem utilizados de modo seguro, é necessário que haja informações e conhecimento sobre o tema.

Para ajudar você a aprender a melhor maneira de utilizar os remédios naturais, eu criei um portal chamado Viver Nature.

O Viver Nature é um verdadeiro guia que vai ajudar você a se tratar sozinho e manter a sua saúde impecável. Cadastre-se aqui para receber todas essas informações agora mesmo.

 

Eu vou ficando por aqui.

Se você gostou do nosso artigo, deixe seu comentário, compartilhe em suas redes sociais.

Me despeço desejando paz, felicidade, saúde e sorte.

Grande abraço e nos vemos em breve.

Dr. Rocha

Posts Relacionados

Comentarios

  1. Janice

    O que é perlutan?

  2. Tiago

    Dr o que seria tabagismo?

  3. Maria Candida

    Por favor preciso do contato do suporte

  4. Fabio

    Cha de hortela?

  5. Valentina

    Dr rocha nao tem nenhum remedio pra tomar contra isso?

    • suporte@drrocha.com.br

      Não recomendamos nenhum tipo de medicamento, procure um médico presencial!
      Equipe Dr. Rocha.

  6. Dulcineia

    ALIMENTAÇÃO INTELIGENTE TRANSFORMA A VIDA DAS PESSOAS INTELIGENTES E QUE SE AMAM!

    • suporte@drrocha.com.br

      😉
      Equipe Dr. Rocha.

  7. Nilce

    O doutor é maravilhoso

    • suporte@drrocha.com.br

      Obrigado!
      Equipe Dr. Rocha.

  8. MAria José

    parabéns te adoro

    • suporte@drrocha.com.br

      Obrigado!
      Equipe Dr. Rocha.

  9. Zilma

    Doutor nota 10!!!

    • suporte@drrocha.com.br

      <3
      Equipe Dr. Rocha.

  10. Rosário

    Dr. e quipe show

    • suporte@drrocha.com.br

      Obrigado!
      Equipe Dr. Rocha.

  11. Aparecida Viana da Cunha

    Gostei do assunto e das explicações. Muito útil.
    Parabéns Dr. Rocha.

    • suporte@drrocha.com.br

      Que bom que gostou!
      Equipe Dr. Rocha.

E ai gostou? Deixe aqui seu comentário