Leucemia → Entenda melhor Cada Tipo desse Câncer e como Tratá-lo!

Olá, aqui é o Dr. Rocha! No artigo de hoje irei falar sobre uma doença que já foi tema de filmes, novelas e que afetou a saúde de pessoas muito famosas. Me refiro à Leucemia.

 

O Que é Leucemia??

glóbulos brancosA leucemia é uma doença que ocorre em decorrência de um câncer maligno que acomete os glóbulos brancos do sangue: os leucócitos. É normal a origem ser desconhecida.

Essa doença se caracteriza pelo aumento de células jovens anormais na medula óssea do paciente, que substituem as células sanguíneas normais. Como muita gente sabe, a medula é o local onde são formadas novas células sanguíneas.

Um sinal característico de leucemia é a ocorrência de anemia, infecções recorrentes e possíveis hemorragias, pois muitas células sanguíneas são substituídas por células jovens anormais.

Diferentes Tipos

Embora muita gente conheça a doença, existem muitas pessoas que não sabem que a doença possui diferentes tipos. São eles:

  • Mielóide aguda;
  • Mielóide crônica;
  • Linfoide aguda;
  • Linfoide crônica.

Falarei a seguir sobre cada uma delas. Confiram.

Leucemia mielóide aguda

Não se sabe ao certo o motivo de surgimento desse tipo da doença que normalmente acomete pessoas acima de 65 anos de idade.

Nesse tipo, há extrema produção de células imaturas, o que neutraliza a produção e ação de glóbulos brancos, diminuindo de maneira drástica o poder de combate do organismo contra agentes invasores.

Além disso, plaquetas e glóbulos vermelhos também diminuem de quantidade no sangue, o que faz com que o transporte de oxigênio para o organismo e processos de coagulação se tornem deficitários.

Leucemia mielóide crônica

Leucemia mielóide crônicaEssa doença á bastante característica em pessoas com idades próximas aos 50 anos. Esse tipo de leucemia é diferente dos outros, pois ocorre a nível cromossômico. Como se sabe, os humanos possuem 23 pares de cromossomos, sendo um par de cromossomos sexuais.

Nesse tipo de doença ocorre translocação cromossômica, ou seja, fusão de uma parte de um cromossomo com outro. Geralmente, essa alteração ocorre nos cromossomos 9 e 22 e isso desencadeia uma série de erros genéticos que prejudicam a saúde dos portadores.

Leucemia linfoide aguda

Esse tipo de câncer é bastante comum entre crianças. A doença ocorre quando células troncos responsáveis por originar componentes sanguíneos sofrem alterações.

Dessa forma, as células param de funcionar e se reproduzem de modo rápido. Por isso a doença é chamada de aguda. Nesse tipo de leucemia as células que ainda estão sendo formadas comprometem todas as células sanguíneas.

A evolução da doença é rápida, mas as chances de cura também são altas. Quando diagnosticada precocemente, mais de 95% dos casos são revertidos.

Leucemia linfoide crônica

Trata-se de um tipo diferente de leucemia, pois alguns casos não precisam de tratamento. Na leucemia linfoide crônica os glóbulos brancos se desenvolvem de maneira desfreada, o que faz com que percam suas funções.

Ao mesmo tempo, crescem linfócitos do tipo B maduros, porém, a produção de células normais do sangue não é afetada. Por isso, normalmente as células do sangue não perdem função e os pacientes diagnosticados com esse tipo da doença normalmente têm uma vida relativamente normal.

Causas

Todos os tipos de Leucemia que mostrei ocorrem basicamente por alterações genéticas que não são hereditárias e sim adquiridas com o passar dos anos. As células sofrem mutações em seu DNA fazendo com que divisões celulares posteriores ocorram de modo errôneo, culminando no surgimento desse problema de saúde.

Sintomas

Embora possuam diferentes tipos, os sintomas das leucemias costumam ser bastante parecidos. Além de infecções, anemias e hemorragias frequentes, outros sinais clássicos da doença são:

Diagnóstico

Apenas um exame físico no consultório médico levando em consideração os sintomas da doença não é capaz de fechar um diagnóstico correto. O diagnóstico não pode ser finalizado sem a realização de exames específicos e detalhados.

Dentre os principais exames realizados para diagnosticar a leucemia estão:

  • Hemograma completo – visa observar os componentes sanguíneos;
  • Biópsia – exame que coleta amostra da medula para que alterações de funcionamento sejam diagnosticadas;
  • Exames de sangue generalistas – utilizados para dosagem hormonal e visualização de funcionamento de órgãos e demais componentes do organismo;
  • Exames de imagem como ultrassom, Raio-X, ressonância magnética e tomografia computadorizada – analisam tamanho de baço, órgãos e visualizam se a doença pode ter atingido níveis neurológicos;
  • Cariótipo – estuda alterações nos cromossomos do paciente;
  • Estudos moleculares – permitem diagnosticar e definir o tipo da doença. 

Tratamento

O tratamento pode ocorrer de várias maneiras. Os principais tipos de tratamento são:

  • Quimioterapia;
  • Radioterapia;
  • Terapia biológica;
  • Transplante de células tronco.

quimioterapiaQuimioterapia

A quimioterapia é o principal tipo de tratamento. Nele são utilizados medicamentos altamente químicos para combater as células que causam a leucemia. Podem ser utilizados apenas um ou mais medicamentos de maneira combinada.

Radioterapia

A radioterapia é usada normalmente em pacientes portadores de leucemia linfoide crônica. Essa metodologia é utilizada para que a massa tumoral seja diminuída. Essa técnica usa feixes de alta intensidade que danificam as células malignas e inibem seu crescimento.

Terapia biológica

Esse tipo de tratamento é feito com terapias que auxiliam o sistema imune a reconhecer e posteriormente atacar as células causadoras da doença.

Transplante de células troncos

Nesse procedimento ocorre a substituição da medula afetada pelo câncer por uma saudável. Antes da realização desse procedimento, a medula doente do paciente precisa ser destruída e isso normalmente é feito através do uso de medicamentos, quimioterapia e radioterapia.

Conclusão

É preciso ter em mente que a leucemia é uma doença grave, mas que a chance de cura é grande. Como as causas são relativamente desconhecidas, a melhor maneira de prevenir o surgimento se dá através de uma alimentação saudável e estratégica. Neste caso, alimentos anti-inflamatórios como gorduras de qualidade, vegetais verdes folhosos e proteínas de alto valor biológico devem ser ingeridos.

A melhor forma de alcançar uma vida feliz, tranquila e sem doenças é através da alimentação saudável e estratégica.

Achou complicado ou difícil adotar essa boa alimentação? Não se preocupe. Veja as várias dicas sobre isso no portal Dr. Rocha com Você. Cadastre-se aqui ou no botão abaixo para ter acesso a ao seu portal agora mesmo!

Vou revelar os maiores mitos e segredos da alimentação que estão deixando você doente.

 

Eu vou ficando por aqui.

Se você possui alguma dúvida ou então conhece alguém que já enfrentou algum tipo de leucemia, deixe um comentário. Vamos usar esse espaço para debatermos de modo inteligente sobre esse famoso problema de saúde.

Me despeço desejando paz, felicidade e sorte.

Um forte abraço e até a próxima.

Dr. Rocha

Posts Relacionados

Comentarios

  1. Otaviana

    É muito triste tudo isso Dr. Rocha…

    • suporte@drrocha.com.br

      🙁
      Equipe Dr. Rocha.

  2. Glória

    muito interessante entender sobre isso

    • suporte@drrocha.com.br

      😉
      Equipe Dr. Rocha.

  3. Zelma

    Sou sua fã doutor!!

    • suporte@drrocha.com.br

      Obrigado, Zelma!
      Equipe Dr. Rocha.

  4. Leninha

    Adoro os artigos

    • suporte@drrocha.com.br

      Que bom!
      Equipe Dr. Rocha.

  5. Fabricia

    Parabéns dr. Rocha

    • suporte@drrocha.com.br

      Obrigado!
      Equipe Dr. Rocha.

  6. Samara

    leucemia é um cancer?

    • suporte@drrocha.com.br

      Como foi dito no artigo acima: “A leucemia é uma doença que ocorre em decorrência de um câncer maligno que acomete os glóbulos brancos do sangue: os leucócitos. É normal a origem ser desconhecida.”
      Equipe Dr. Rocha.

  7. Beatriz

    Queda de cabelo é um sintoma?

    • suporte@drrocha.com.br

      Sim.
      Equipe Dr. Rocha.

  8. Margarida

    Quantos tipos de leucemia existem?

    • suporte@drrocha.com.br

      São quatro: Mielóide aguda; Mielóide crônica; Linfoide aguda; Linfoide crônica.
      Equipe Dr. Rocha.

  9. Luana

    Olá Dr. leucemia tem tratamento?

    • suporte@drrocha.com.br

      Como foi dito no artigo acima: “O tratamento pode ocorrer de várias maneiras. Os principais tipos de tratamento são: Quimioterapia; Radioterapia; Terapia biológica; Transplante de células tronco.”
      Equipe D. Rocha.

  10. Izadora

    O que é radioterapia?

  11. Cassia

    Zumbido no ouvido, candidíase oral são sintomas de leucemia ?

    • suporte@drrocha.com.br

      Esses sintomas não são uns dos principais. 😉
      Equipe Dr. Rocha.

E ai gostou? Deixe aqui seu comentário