Miopia → Descubra Como A Alimentação Melhora A Saúde Dos Olhos!

Olá, aqui é o Dr. Rocha. No artigo de hoje eu vou falar sobre um problema de visão conhecido como Miopia. Pode acometer crianças, adolescentes, jovens e adultos em qualquer idade.

 

Sobre

sobre miopiaMiopia é um problema de visão no qual a pessoa acometida consegue enxergar os objetos próximos de maneira clara e focada, porém, objetos mais distantes parecem borrões.

O grau desse problema afeta diretamente a capacidade de seus portadores de focarem objetos distantes. Pessoas com miopia grave conseguem enxergar com clareza apenas objetos a poucos centímetros de distância, enquanto que portadores do transtorno, porém, com grau leve, conseguem enxergar de modo satisfatório objetos mais distantes.

A esse problema pode se desenvolver de modo gradual e lenta ou então rapidamente. Quando possui início precoce, o problema tende a piorar bastante durante a infância e adolescência.

É muito comum que membros da mesma família sejam afetados pela miopia. De acordo com a SBO – Sociedade Brasileira de Oftalmologia, essa condição ocular afeta cerca de 40% dos brasileiros.

Causas da Miopia

Para compreendermos as causas da miopia, é necessário conhecer um pouco da anatomia dos nossos olhos.

Para focarmos as imagens de maneira clara e adequada, nosso olho se baseia basicamente em duas partes:

  • A córnea – localizada na parte frontal e transparente do olho;
  • Cristalino – estrutura clara dentro de nossos olhos, que muda de forma para nos auxiliar a focar os objetos.

Em um olho sem problemas, cada um desses elementos que auxiliam no foco possuem uma curvatura lisa e constante, como uma esfera. A córnea e o cristalino, quando lisos e em curvaturas uniformes, são capazes de refratar todo tipo de luz recebida pelos olhos da mesma forma, e dessa maneira, fazer com que se enxergue uma imagem perfeita.

Entretanto, se a córnea ou então o cristalino não são uniformes e curvos de modo correto, os raios de luz são refratados de modo errôneo, isso faz com que a imagem se forme no fundo do olho de modo desigual e desfocada, passando a impressão de que a visão está borrada. É assim que a miopia tem origem.

A miopia pode acontecer quando a córnea é curvada em excesso ou então quando o olho é mais longo do que o normal. Ao invés da imagem se focar na retina, a luz/imagem se foca justamente em frente dele, resultando em aparências borradas, principalmente para objetos que não estão próximos.

Sintomas

Os principais sintomas de miopia normalmente são:

  • Visão embaçada/borrada quando se olha ou se tenta focar objetos distantes;
  • Necessidade de apertar os olhos ou  fechar parcialmente as pálpebras para enxergar de maneira clara e objetiva;
  • Dores de cabeça causadas por forçar os olhos a focar determinados objetos;
  • Dificuldades para dirigir veículos, principalmente durante a noite.

A miopia normalmente é detectada pela primeira vez durante a infância. Normalmente professores e pais conseguem notar que há algo de errado com as crianças durante os primeiros anos escolares. Normalmente, as crianças apresentam os seguintes sintomas:

  • Tornam-se estrábicas;
  • Precisam se sentar mais próximas da televisão, computadores e até mesmo da lousa na sala de aula;
  • Mantém livros e revistas extremamente próximos do rosto durante processo de leitura;
  • Mostram dificuldades em reconhecer objetos distantes;
  • Piscam excessivamente tentando focar determinado objeto;
  • Esfregam os olhos de modo frequente.

Diagnóstico

diagnósticoUm exame oftalmológico de rotina é a melhor forma de diagnosticar a miopia.

Exames oftalmológicos normalmente incluem perguntas sobre a visão e basicamente exames físicos oculares, como oftalmoscopia, exame de lâmpada de fenda e tonometria.

Tanto adultos e idosos como crianças e bebês devem ser submetidos a esses exames rotineiros de tempos em tempos.

Tratamento

Todos os tratamentos disponíveis para miopia possuem como objetivo principal auxiliar o paciente a focar a luz de modo correto na retina. Dentre os tipos mais comuns de tratamento estão:

  • Uso de lentes corretivas;
  • Cirurgia refrativa.

Uso de lentes corretivas

O uso de lentes corretivas para o tratamento da miopia contraria o aumento da curvatura da córnea, fazendo com que a luz seja focada de maneira correta na retina do paciente. Os tipos mais comuns de lentes corretivas são os óculos e a lente de contato.

Cirurgia refrativa

Quando o grau da miopia se apresenta muito elevado e nem o uso de lentes corretivas são capazes de trazer mais qualidade de vida aos pacientes, o oftalmologista normalmente recomenda a cirurgia refrativa.

Esse tipo de cirurgia possui como intuito remodelar a curvatura da córnea, fazendo com que a luz seja focada na retina de modo correto.

As cirurgias mais comuns para sanar miopia são:

  • Cirurgia PRK;
  • Cirurgia LASEK;
  • Cirurgia LASIK;
  • Implante de lente intraocular.

É importante salientar, que embora sejam cirurgias relativamente simples, trata-se de um procedimento cirúrgico em uma região delicada do corpo. Pacientes que são submetidos a esse tipo de tratamento precisam estar cientes do risco.

Alimentação pode ajudar

Embora seja uma doença com fundo hereditário, ou seja, passada de pais para filhos, uma alimentação de qualidade é capaz de fazer com que a mesma avance de maneira mais lenta, trazendo assim menos transtornos para o dia a dia do paciente.

Mostrarei a seguir alguns alimentos que podem potencializar a saúde dos olhos e fazer com que a miopia demore mais a se desenvolver. Confira.

Alimentos ricos em luteína e zeaxantina

A luteína e a zeaxantina são substâncias importante para a saúde dos olhos, pois previne a degeneração macular, fazendo com que os olhos funcionem adequadamente por mais tempo.

Dentre os alimentos fontes de luteína estão o abacate, espinafre, couve, ovos, acelga, tomate, e também o brócolis.

Alimentos ricos em vitamina A

A vitamina A renova tecidos e protege uma série de compostos oculares, como o cristalino e a retina. Os alimentos ricos em vitamina A são: bife de fígado, óleos de peixe, ovos, e tomate.

Como sempre gosto de dizer, os alimentos podem atuar como medicamentos e muitas vezes são capazes de estacionar e até mesmo diminuir a progressão de uma série de doenças, e o melhor de tudo, sem causar efeitos colaterais.

Adote uma alimentação saudável e colha todos os benefícios disso.

Eu vou ficando por aqui.

Me despeço desejando saúde, paz, felicidade e sorte.

Gostou do artigo de hoje? Deixe seu comentário, compartilhe em suas redes sociais.

Forte abraço e até a próxima.

Dr. Rocha

Posts Relacionados

Comentarios

  1. Palmira

    O tema é interessante gostei.

    • suporte@drrocha.com.br

      Obrigado!
      Equipe Dr. Rocha.

E ai gostou? Deixe aqui seu comentário