AVC → Causas, Sintomas e Como Tratar (SAIBA MAIS!)

Olá, aqui é o Dr. Rocha falando e no artigo de hoje iremos abordar um tema que preocupa uma grande parcela de pessoas: o AVC.

Quando falamos sobre AVC logo nos vem ao pensamento que essa doença pode ser resultante de outras famosas doenças como o diabetes e também a hipertensão arterial, por exemplo.

O que é AVC?

Sou frequentemente questionado por meus alunos e alunas da seguinte maneira: Dr. Rocha, afinal o que é o AVC e como ele ocorre?

O AVC – Acidente Vascular cerebral, também conhecido como derrame cerebral, acontece quando há um entupimento ou então rompimento dos vasos que levam sangue ao cérebro provocando a paralisia da área cerebral que ficou sem a circulação sanguínea adequada. Essa patologia pode ser chamada também de AVE – Acidente Vascular encefálico.

Existem três tipos de AVC, são eles:

  • AVC Isquêmico: A patologia recebe esse nome quando há apenas o entupimento dos vasos que levam o sangue a determinada área do cérebro;
  • AVC Hemorrágico: Ocorre quando há rompimento dos vasos sanguíneos resultando em sangramento cerebral.
  • AVC transitório: Esse tipo de derrame também conhecido como Mini-AVC e acontece quando o fornecimento de sangue para determinada região do cérebro é interrompido por um curto período de tempo. Essa patologia também deve ser tratada como uma emergência. Quem passa por um AVC transitório deve procurar atendimento médico de maneira urgente para avaliação do caso, bem como evitar que novos casos surjam.

Conheça os Sintomas de AVCConheça os Sintomas de AVC

O Derrame é uma doença silenciosa, assim como muitas outras doenças que acometem muitas pessoas no Brasil. Por isso, ficar atento aos seus menores sinais é algo muito importante e necessário. Confira quais são os principais sintomas de um avc:

Diminuição ou perda súbita de força na face, braço ou perna apenas de um lado do corpo. Esse é um dos sinais de avc mais clássicos;

Alteração súbita da sensibilidade que faz com que surja uma sensação de formigamento na face, braços e pernas, porém, apenas de um lado do corpo;

Perda súbita de visão em um ou então nos dois olhos;

Alteração de maneira aguda da fala, incluindo dificuldade para articular, expressar ou então compreender a linguagem. Essa alteração de fala inclusive, é um dos principais sintomas de derrame, bem como sequelas que permanecem com os pacientes que sofreram com isto;

Dor de cabeça súbita e intensa, porém, sem qualquer tipo de causa aparente;

Instabilidade, vertigem súbita e intensa e desequilíbrio do corpo associado a náuseas e vômitos.

Ainda falando em sintomas, muitas alunas comumente me questionam: Dr. Rocha, os sintomas de AVC são os mesmos para homens e mulheres?

Esse é um questionamento um tanto quanto interessante. Por muito tempo foi comum associar o risco de se ter um Derrame ao sexo masculino, pois no passado, os homens eram mais afetados por esse tipo de problema de saúde do que as mulheres, devido a seus hábitos pouco saudáveis, como o abuso de álcool e também de cigarro, por exemplo.

Atualmente esse quadro já não se mantém, pois morrem anualmente 55 mil mulheres a mais do que homens em decorrência de um derrame. É a terceira principal causa de mortes feminina em todo mundo, e diferentemente do que muitos acreditam, existem sintomas de avc feminino – que obviamente não ocorrem com os homens, são eles:

  • Desmaios sem nenhum tipo de causa aparente;
  • Falta de ar;
  • Mudanças repentinas de comportamento;
  • Agitação seguida de alucinação;
  • Soluços constantes e frequentes;
  • Convulsões.

Fatores de Riscos e Causas do AVC

Dentre os principais fatores de risco que atingem ambos os sexos que são tidos como causas do AVC, podemos citar:

Estar acima do peso ideal: O excesso de peso dificulta a boa circulação sanguínea, um dos principais fatores causadores dessa doença.

Ausência de atividade física e sedentarismo: A ausência de atividade física é fator determinante para surgimento de doenças como hipertensão arterial e diabetes, tornando o paciente uma verdadeira bomba relógio.

Hipertensão arterial: A dificuldade do sangue em se movimentar pelos vasos sanguíneos, é o principal fator de risco para desenvolvimento de um derrame.

Consumo excessivo de álcool e tabagismo: ambos compactuam para que a circulação sanguínea se torne dificultosa, podendo levar o paciente ao desenvolvimento do Derrame.

Diabetes e Doença cardiovascular pré-existente: Nesses casos o paciente já tem o sistema circulatório comprometido, o que facilita que a doença apareça.

Esse tipo de doença surge quando há algo de errado com o fluxo sanguíneo, seja um estreitamento arterial, ou problemas com o revestimento, endurecimento e até mesmo enfraquecimento dos vasos sanguíneos.

Como Prevenir o AVC

Sou frequentemente questionado sobre os efeitos da alimentação para o surgimento de um derrame.

Em um de meus artigos, já falei sobre o que causa a pressão arterial alta, ou seja, hipertensão. Eu quebrei o mito de que o sal aumenta a pressão. Também já quebrei o mito sobre gorduras causarem ataques cardíacos.

O principal tipo de alimento responsável pelo surgimento do derrame cerebral é o carboidrato, principalmente o simples, que na maioria das vezes faz com que as pessoas desenvolvam os fatores de risco para o surgimento do AVC.

Vou exemplificar: Quando ingerimos carboidratos normalmente nosso organismo tende a absorver e utilizar o que precisa, porém após essa utilização, automaticamente nosso organismo acumula o excedente em forma de gordura, o que causa uma série de problemas, como ganho de peso, aumento de gordura corporal, hipertensão arterial e diabetes, por exemplo – tudo isso é fator de risco para o desenvolvimento de um derrame.

Nesses casos, como a alimentação inteligente pode garantir saúde? É simples. Alimentar-se de maneira correta diminui de maneira drástica as chances de ocorrência de um AVC.

Verduras verdes escuras, tais como rúcula, agrião, brócolis e espinafres são repletas de vitaminas, minerais e antioxidantes que protegem todo o sistema sanguíneo, permitindo uma fluidez contínua e correta do sangue.

Além disso, alimentos ricos em proteínas e gorduras saudáveis como peixes, carnes e ovos garantem manutenção de funções cognitivas, além de fornecerem energia que serão rapidamente utilizadas e não armazenadas.

Dessa forma, afirmo que a alimentação inteligente é a base de uma saúde de ferro, bem como qualidade de vida.

Procure sempre fazer escolhas corretas e saudáveis.

Como Prevenir o AVC

Me despeço de você desejando saúde e felicidade.

Gostou do nosso texto? Curta, compartilhe e comente!

Forte abraço e até a próxima.

Posts Relacionados

Comentarios

  1. Ivaalvesguimaraes

    Assuntos maravilhosos e elucidativos .
    Amei .

  2. Ivaalvesguimaraes

    Amei os temas apresentados .
    Muito esclarecedores .

    • Ivaalvesguimaraes

      Gostei de todos os assuntos apresentados .
      São mto esclarecedores .

      • suporte@drrocha.com.br

        Que bom que gostou, Iva. Continue acompanhando os post 😉

        Equipe Dr. Rocha.

  3. Ivaalvesguimaraes

    Gostei muito .
    Ajudou -me demais .

  4. Ivaalvesguimaraes

    Muito….
    São mto importantes .

E ai gostou? Deixe aqui seu comentário