Zumbido no Ouvido → Entenda as causas e Previna a Dor!

Olá, aqui é o Dr. Rocha mais uma vez. No artigo de hoje, quero falar sobre um problema de saúde, incômodo, recorrente e que atinge um grande número de pessoas: o zumbido no ouvido.

 

O Que é?

O zumbido no ouvido é um som percebido pelo organismo sem a existência de um estímulo sonoro propriamente dito, ou seja, ele é uma percepção auditiva sem uma fonte exata de som. No meio médico, essa condição de saúde é chamada de tinnitus.

Diferentes Formas de Manifestação

Essa percepção sonora pode surgir de diferentes formas. As principais são:

  • Chiados;
  • Apitos;
  • Cliques;
  • Estalos.

o que é zumbido no ouvidoEles podem ser leves, pesados, serem sentidos somente durante o silêncio e até mesmo ocorrer durante o dia todo.

De maneira comum, o zumbido vem acompanhado de outros sintomas auditivos específicos, como perda auditiva, incômodo na presença de volumes altos e até mesmo tontura, uma vez que o labirinto, estrutura responsável por nosso equilíbrio está no ouvido.

O zumbido em si, não é um problema grave, mas pode indicar algum problema de saúde que pode requerer intervenção médica.

Números do Problema

De acordo com a ABORL – Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, o zumbido no ouvido acomete pouco mais do 40 milhões de brasileiros. Já a Associação Americana de Zumbido no Ouvido, afirma que ao menos 20% dos estadunidenses apresentam ao menos um quadro do problema ao longa da vida.

Causas do Zumbido no Ouvido

Diferente de outras condições de saúde, o zumbido no ouvido, já é um sintoma de que algo está errado. Pensando dessa forma, minhas alunas me fizeram o seguinte questionamento: Dr. Rocha, quais sãos as causas do zumbido no ouvido?

O zumbido no ouvido pode ser causado por uma série situações e condições de saúde. As principais são:

Vou falar resumidamente sobre cada uma dessas possíveis causas.

Exposição a excesso de barulho ou sons altos

Ser exposto a barulhos, como os oriundos de poluição sonora, de sons altos de caixas de som ou de fones de ouvido podem danificar estruturas do ouvido e causar o zumbido.

Afecções no ouvido

Inflamações no ouvido, como a famosa otite, ou até mesmo infecções causadas por agentes invasores, podem desestabilizar a estrutura do ouvido e contribuir para a ocorrência desse incômodo problema.

Excesso de cera

A cera é algo fundamental para proteção dos canais auditivos. No entanto, quando acumulada de modo excessivo, ela pode entupir os canais auditivos e dar origem a esse transtorno.

lesões no ouvidoLesões no ouvido

Muitas pessoas tem o hábito de cutucar ou coçar o ouvido com diferentes tipos de objetos. Lápis, clipes, chave e tampa de caneta estão entre os principais utensílios utilizados para essa prática pouco inteligente.

Cutucar ou coçar o ouvido e até mesmo utilizar cotonetes de maneira irregular, podem causar lesões no ouvido e com isso, fazer com que o zumbido ocorra.

Problemas dentários e mandibulares

Nossos dentes e mandíbula estão muito próximos de nossos ouvidos. Portanto, alterações em suas funcionalidades, podem refletir diretamente sob o canal auditivo.

Cáries, gengivite, nascimento e inflamação dos dentes do siso, ou qualquer tipo de problema mandibular podem causar estalos, chiados e até mesmo dor nos ouvidos.

Diabetes descontrolada

Altas taxas de açúcar no sangue contribuem para elevação dos níveis de insulina no organismo.

Quando presente em altas doses, a insulina prejudica estímulos que levam informações do ouvido para o cérebro, causando a sensação de zumbido no ouvido. Por isso, é tão importante manter a diabetes controlada.

Problemas cardíacos

Problemas cardíacos acometem de maneira direta a circulação sanguínea. Isso dificulta a chegada de sangue em diversas regiões corporais, inclusive no ouvido.

A ausência de sangue nos vasos sanguíneos do canal auditivo, faz com que as estruturas não funcionem de modo adequado, facilitando a ocorrência do zumbido.

uso de medicamentosUso de medicamentos

Um dos efeitos colaterais de medicamentos como antibióticos, diuréticos, antidepressivos e até mesmo analgésicos é o surgimento do zumbido no ouvido, que cessa, assim que o fármaco em questão deixa de ser consumido.

Envelhecimento

Com o passar dos anos, nossas estruturas corporais deixam de funcionar adequadamente. Quando nosso canal auditivo envelhece, os primeiros sinais de mal funcionamento são perda auditiva e zumbido no ouvido.

exame de imagem Fazendo o Diagnóstico

Na consulta, o paciente irá dizer ao médico a presença do incomodo sintoma. Mas para um diagnóstico correto da causa, o médico poderá solicitar que o paciente faça alguns exames específicos.

Testes de movimento, exames de imagem e audiometria estão entre os exames solicitados por otorrinos para diagnosticar a causa do problema.

Tratando o Problema

acupunturaO tratamento para o problema depende diretamente de sua causa. Em caso de perda auditiva, o procedimento mais adequado é a utilização de aparelhos auditivos. Se o problema for causado por uma doença pré-existente, como diabetes, ou problemas cardíacos, deve-se então, controlar ou tratar essas patologias.

No entanto, existe a possibilidade de a causa do zumbido não ser identificada. Quando isso ocorre, o paciente pode buscar terapias alternativas.

A terapia de zumbido no ouvido, faz com que o paciente aprenda a lidar com o incomodo barulho, deixando de lhe dar a devida atenção e consequentemente deixando de escutá-lo.

De forma acompanhada das terapias, os pacientes podem praticar meditação, acupuntura e fazer uso de suplementos de magnésio, como forma de se sentirem mais calmos e serenos.

 

Prevenção

As melhores formas de prevenir o zumbido no ouvido são:

  • Evitar ambientes com sons e ruídos altos;
  • Não escutar músicas fazendo uso de fone de ouvidos em volumes altos;
  • Manter o diabetes controlada;
  • Evitar o estresse;
  • Não fazer uso de medicamentos sem orientação médica;
  • Não inserir objetos pontiagudos no ouvido.

O zumbido no ouvido é uma condição de saúde extremamente incômoda e em mais de 95% dos casos, os tratamentos e terapias são eficazes.

E você? Já teve zumbido no ouvido? Qual foi o diagnóstico? E o tratamento? Deixe um comentário contando, sua participação é muito importante e ajuda a troca de informações inteligentes nesse espaço.

Eu vou ficando por aqui.

Me despeço desejando paz, sorte, amor e felicidade.

Grande abraço e até a próxima.

assinatura dr. rocha

Posts Relacionados

Comentarios

  1. Barbara Delai

    O que seria otite?

  2. Karol Matos

    qual melhor tratamento para pressão alta?

  3. Raquel

    me indique um remédio para depressão por favor.

    • suporte@drrocha.com.br

      Não recomendamos nenhum tipo de medicamento, procure um médico presencial!
      Equipe Dr. Rocha.

  4. Maria Eva

    Gostei da mateira mas queria saber sobre o cancer no cérebro, se for possível

  5. Rosemeire Abreu

    Diabeticos podem tomar agua com limão?

    • suporte@drrocha.com.br

      Sim!
      Equipe Dr. Rocha.

  6. Flavia

    O que é magnesio e quais sao seus beneficios?

  7. Angela Magalhães

    Qual o canal do Dr. Rocha no youtube?

  8. Cristina Bispo

    Que horror

    • suporte@drrocha.com.br

      🙁
      Equipe Dr. Rocha.

  9. Rogério

    Gostei muito

    • suporte@drrocha.com.br

      Obrigado!
      Equipe Dr. Rocha.

  10. Brisa Santos

    Adoro seu blog!!

    • suporte@drrocha.com.br

      Obrigado!
      Equipe Dr. Rocha.

E ai gostou? Deixe aqui seu comentário