Resistência à Insulina: Lado Oculto da Obesidade

Olá, aqui é Dr Rocha e em nosso bate papo de hoje iremos conversar sobre um assunto CRESCENTE aqui no Brasil. Mas antes disso, apenas para relembrar, semana passada conversamos sobre se o ovo engorda ou não, e toda a sua importância.

Mas, vamos lá…

resistência a insulina: um problema que traz diabetesNesse bate papo eu vou falar sobre uma pergunta que recebo frequentemente em consultório ou nos treinamentos presenciais e pela internet:

Dr Rocha, obesidade é uma doença? O que é a resistência à insulina?

Eu sempre respondo que sim! Obesidade é uma doença e deve ser tratada, pois ela gera uma série de outras doenças que vou te mostrar a seguir.

É interessante porque chegamos a um momento onde mais da metade das mulheres brasileiras estão ou com sobrepeso (caminhando para obesidade) ou obesas. E isso se tornou algo tão comum que as pessoas estão achando normal essa condição!

Isso é um absurdo, pois até bem pouco tempo atrás, (cerca de 35 anos) nem 10% da população era acima do peso ou obesa. Então surge essa pergunta se a obesidade é uma doença

Muito além de uma Doença

Na verdade a obesidade é uma condição que envolve diversas outras causas e doenças, e não acontece de forma isolada. A obesidade é uma manifestação de que seu corpo está inflamado, de que você está se alimentando de alimentos ruins, que estão desregulando os seus hormônios e a causa principal portanto que torna uma mulher obesa é a má alimentação. 

Aí você pode me perguntar: Mas Dr. Rocha, meus pais são obesos e então a genética não conta?

Eu respondo que a genética com certeza é um fator que faz parte do jogo mas eu te digo que ninguém é refém da sua genética.

Nenhuma mulher está aprisionada na sua genética, pois você pode modificar isso através de uma alimentação estratégica que é o fator mais importante.

Outros fatores que também fazem parte é o stress, o sedentarismo e o sono. Falaremos deles em outros artigos, mas tenha em mente que a alimentação ruim e e cada vez em maior quantidade  é disparado o fator número um em importância!

Mais do que uma doença, a obesidade (que é causada pela resistência à insulina, principalmente) é como se fosse a ponta do iceberg. Ela está intimamente ligada a outras doenças associadas como diabetes tipo 2, triglicerídeos aumentados no sangue e pressão alta.

Hoje chamamos essa condição de Síndrome Metabólica.

Tudo isso pode ser controlado, desde que você adote uma alimentação estratégica. Eu explico em passos simples como é fácil perder peso e se tornar saudável de verdade. Para isso, desenvolvi dois treinamentos. Um voltado para diabéticos que desejam controlar a diabetes com alimentação inteligente e diminuir o uso de medicamentos (Diabetes Controlada) e outro destinado a mulheres que querem emagrecer de verdade, comendo bem sem fazer dietas milagrosas, o Viver Magra em 7 Semanas.

Eu fiz isso porque tenho o objetivo de ajudar o máximo possível de pessoas e o consultório é um ambiente muito limitado para isso. É importante que você continue fazendo o tratamento com seu médico. Com o tempo, você vai perceber que as doses de remédios poderão ser diminuídas gradativamente.

A Síndrome Metabólica e suas Consequências

Como eu falei, a Síndrome Metabólica é um conjunto de doenças associadas: obesidade, diabetes tipo 2, hipertensão arterial (pressão alta) e triglicerídeos aumentados no sangue.

Isso é muito grave e tem atingido cada vez mais mulheres e homens jovens, muitos na casa dos trinta anos de idade e até em crianças hoje já se vê essa condição.

A medicina convencional trata apenas com medicamento para remediar as consequências e infelizmente a imensa maioria dos médicos e nutricionistas não possuem o conhecimento suficiente e alinhado com a boa ciência para reverterem essa condição a partir de uma alimentação estratégica.

A maior parte diagnostica bem, prescreve medicamentos que a pessoa deverá tomar pro resto da vida e indica uma alimentação errada e também uma atividade física que a boa ciência (estudos de elevado nível de evidência científica) nos mostra que não ajudam e até podem piorar a sua saúde.

Por esse motivo eu criei o Treinamento Viver Magra em 7 SemanasPara levar a você informações de qualidade sobre saúde e alimentação que deixarão você no peso ideal.

Emagrecer com Saúde VS Reféns da Magreza

Algo que me deixa bastante chateado é que muitas pessoas falam sobre um corpo magro, como uma moda. Ou mesmo remetem aqueles corpos raquíticos de modelos internacionais. 

Isso acaba criando bloqueios e revolta, por parte das mulheres(que acabam sendo vítimas disso).

Entenda que não queremos corpos raquíticos, queremos corpos saudáveis. Um fato curioso é que, aqueles corpos raquíticos das modelos que tanto vemos em televisões, são corpos desnutridos e são tão carentes de nutrientes e correm tanto risco quanto os obesos.


Veja mais informações no vídeo

Portanto, não estamos falando de moda. O seu corpo, em estado de equilíbrio, não acumula gordura de forma desproporcional. Não é natural do corpo humano. A obesidade é uma doença.

Perguntas Frequentes

Abaixo é possível visualizar algumas das perguntas mais frequentes que recebo diariamente no e-mail, pelas minhas leitoras, veja a seguir:

  • Quais os principais alimentos que deixam o corpo inflamado?
    Os carboidratos refinados ou farináceos de trigo (pães diversos, massas, bolos, crepes, etc), os óleos vegetais poli-insaturados (óleo de soja, milho, canola, algodão, etc), as gorduras trans (biscoitos, sorvetes, alimentos industriais de uma forma geral), margarina, refrigerantes diversos, alimentos com açúcar, alimentos lights, dentre outros.
  • Como descobrir se o corpo está fora do estado de equilíbrio?
    Estar acima do peso ou obeso já é um sinal importante. Exames alterados mostrando os triglicerídeos elevados, o HDL baixo e a glicemia de jejum e hemoglobina glicosilada elevada também mostram esse estado do corpo desequilibrado (fora de equilíbrio).
  • O que é resistência à insulina?
    É a incapacidade das células do corpo receberem a glicose pela insulina. A função da insulina e colocar a glicose dentro das células. Com o alto consumo de alimentos ruins (trigo, açúcar, alimentos lights, alimentos industriais, etc), essas células inflamam e ficam resistentes, causando a resistência à insulina e gerando uma série de doenças a médio e longo prazo (diabetes, hipertensão arterial, obesidade, triglicerídeos altos e outros problemas sérios).
  • Como evitar a resistência à insulina?
    Eliminando os alimentos industriais, farináceos de trigo, alimentos lights, açucares, cereais integrais diversos. E adotando uma alimentação estratégica. A atividade física também ajuda.
  • Como identificar um corpo carente de nutrientes?
    Um corpo obeso ou acima do peso é um corpo carente de nutrientes. A obesidade é uma forma comum de desnutrição. Os exames laboratoriais também ajudam a detectar.
  • Existe um método passo a passo que eu possa utilizar?
  • Sim, disponibilizamos, atualmente, os três cursos que compreendem um passo a passo para a saúde 1, emagrecimento 2 e controle do diabetes 3.

Conclusão

Estamos vivendo um momento na história da humanidade onde a informação circula de forma como nunca se viu antes na nossa história.

Minha missão de vida, custe o que custar, é divulgar essa informação de que há possibilidades para reverter essa condição de obesidade e doenças associadas e te trazer de volta a alegria de viver, de poder ter saúde, emagrecer com saúde e permanecer magra ao longo da sua vida. Algumas dicas pra isso, são:

  • Evitar farináceos;
  • Abandonar dietas hipocalóricas;
  • Comer alimentos nutritivos e saudáveis, como ovos.

Para finalizar esse artigo eu repito para enfatizar: a obesidade é uma doença e deve ser tratada com uma alimentação inteligente e longe das comidas industrializadas.

Precisamos fazer como Hipócrates, o pai da medicina já disse há milhares de anos atrás: Fazer do nosso alimento o nosso remédio e do nosso remédio o nosso alimento.

Gostou do artigo? Comente e compartilhe! Me ajude a espalhar a mensagem.

Está em suas mãos!

Te desejo muita saúde e felicidade!

Até o próximo artigo.

assinatura-dr-rocha

Posts Relacionados

Comentarios

  1. Lilian

    Olá Dr.Rocha,

    Gostei muito deste artigos e dos demais que publicou. Parabéns!
    O difícil é emagrecer, mesmo tentando todos os regimes passados pela nutricionista, além da endocrinologista.
    O Dr. escreverá sobre cirurgia bariátrica quando os regimes não dão certo, principalmente depois de estar com mais idade? O Dr. é contra?
    Fraterno abraço.
    Vovó Lili.

    • Olá Lili, tudo bom com você?

      Sobre a dificuldade em emagrecer, é relativo. É difícil pois os profissionais aqui no Brasil, infelizmente, estão atuando com uma ciencia do século passado. É triste dizer isso, mas é uma grande verdade.

      Sobre a cirurgia bariátrica, eu acho extremamente arriscado e invasivo. Não sou contra quando o caso é extremo, mas acredito que com uma alimentação utilizada na nova ciencia, é possível sim evitar casos extremos.

      Inclusive eu agradeço a sugestão, e com certeza farei um post sobre a cirurgia bariátrica. 

      Obrigado Lili!!

      Fraterno abraço!

      Dr. Rocha

      • Relri Stein

        Atendimento aos alunos do Dr Rocha são realizados pelo e-mail : suporte@drrocha.com.br
        Agradecemos o contato e aguardamos sua solicitação.
        Equipe de suporte.

    • Fatimalaula@hotmail.com

      Dr.Rocha gostei muito importante .

      • suporte@drrocha.com.br

        Que bom, Fatima 😉

        Equipe Dr. Rocha.

  2. Letícia

    Olá Dr. ROCHA!

    Muito legal eu ter descoberto o sr e suas dicas!

    Eu sofro há alguns anos com tireoidite de hashimoto…engordei demais e engravidei há 2 anos…engordei mais alguns kgs e tenho muiiita dificuldade para manter o peso quando emagreço um pouquinho eu já ganho tudo de volta ou até mais em poucos dias…sou capaz de engordar até 1kg só em um fim de semana se eu comer normalmente sem restrições.

    O sr teria alguma dica pra pessoas que sofrem do mesmo problema e de hipotireoidismo??

    Muito obrigada e parabéns pelo seu lindo trabalho de salvar vidas!!

    Leticia

  3. antonio carlos muricy rocha

    eu quero obter o tratamento para diabete e nao estou conseguindo por favor me ajude mandando como devo fazer para comprar o pacote ok

  4. suporte@drrocha.com.br

    Olá, tudo bom!
    Para mantermos a qualidade do nosso atendimento, peço por gentileza, que envie um e-mail para o suporte@drrocha.com.br
    Poderemos lhe orientar melhor.
    Atenciosamente,
    Equipe Dr. Rocha

  5. suporte@drrocha.com.br

    Nosso atendimento é realizado por e-mail .
    Envie sua duvida para nosso e-mail de atendimento : suporte@drrocha.com.br assim poderemos lhe auxiliar melhor sobre nosso tratamento !

    Rafael Costa
    Equipe de Suporte Dr. Rocha
    Site.: http://www.drrocha.com.br

  6. José Maurício Gonzales Praxedes

    É bom ter médicos adotando o estilo de vida Low Carb como auxiliar no tratamento de doenças crônicas que assolam grande parte dos brasileiros e população mundial (e a tendência é só piorar) . eu era pré diabético , e com a adoção de Atkins como estilo de vida (Atkins , my lord and saviour , amen) estou com glicemia normal , minha glicemia já era boerderline a diabetes (119 em jejum) e agora caiu pra 93 .

    Eu já aconselhei um amigo de sugerir o método do Dr. Rocha para a mãe dele , que é diabética mas eles me viam comendo no estilo Low Carb e achavam uma “dieta sem sentido” , a maioria das pessoas ainda está com uma aguçada lipidofobia arraigada em suas mentes e essa realidade vai demorar muito a ser mudada .

    Enfim , o “povão” vai continuar se F… seguindo inconscientemente a pirâmide alimentar , ficando cegos , amputados e morrendo , como no caso de uma amiga de minha irmã que morreu aos 22 anos e se na época , tivesse sido orientada a um estilo de vida Low Carb , teria sobrevida e qualidade de vida . Gosto do site , a única coisa que me incomoda é sempre se referir ao público como se fosse exclusivamente feminino .

    Estou no mundo low Carb desde 2008 , vi resultados inacreditáveis com essa dieta na época , e , desde 2013 , adotei como estilo de vida definitivo .

  7. Oscar

    Olá Dr. Rocha, gostei muito do seu post e venho há muito tempo lendo artigos sobre o corpo humano e o emagrecimento, já emagreci quase 40 quilos só mudando minha alimentação, isso em um prazo de 8 meses, tô levando um estilo de vida Low Carb e Paleo e estou muito satisfeito com os resultados. Afirmo que o que comemos hoje é o resultado do amanhã!!! Abraços Dr. Rocha e continue fazendo esse trabalho fantástico.

  8. Jacqueline

    Tenho 26 anos, sempre me alimentei de forma saudável, com poucos alimentos industrializados e sempre pratiquei atividade física todos os dias.

    Há mais ou menos 6 meses rompi o ligamento do joelho, tive que fazer cirurgia e ficar totalmente sem atividade física por vários meses . Durante este tempo engordei +- 8 quilos e estou há 3 meses sem menstruar.

    Como engordei muito, após ler bastante sobre o que tem aqui, diminuí muito a ingestão de carboidratos e mesmo assim não estou conseguindo emagrecer, além de que estou preocupada pela questão da menstruação.

    Diante de todo esse cenário meus médicos pediram exames diversos:

    Glicose: 82 mg/dl
    Hemoglobina glicada: 5,3%
    Triglicerídeos:50 mg/ dl
    Colesterol total: 226
    HDL: 72
    VLDL: 10
    LDL: 144
    NÃO HDL: 154
    T3 TOTAL: 0,91
    T4 TOTAL: 5,64
    TSH ULTRASENSIVEL: 0,9711

    Na minha transvaginal foram constatados diversos cistos pequenos (polimicrocistia).

    A minha médica quer que eu volte a tomar anticoncepcionais para normalizar esta situação, mas eu gostaria de entender o que está acontecendo comigo melhor, para tratar e causa.

    Não gosto de me encher de remédios prefiro fazer ajustes na dieta se for possível.

    Gostaria de saber uma opinião se for possível. Muito obrigada!

    • suporte@drrocha.com.br

      Olá, tudo bom!
      Nosso atendimento é realizado apenas por e-mail!
      Envie-nos sua dúvida para nosso e-mail de atendimento : suporte@drrocha.com.br assim poderemos lhe auxiliar
      melhor sobre nosso tratamento!
      Equipe de suporte.

  9. PAULO FRANCISCO DE SOUSA _

    Quero saber: método ALES é somente para mulheres e para os homens qual é o método?

    • suporte@drrocha.com.br

      Olá, tudo bom!
      Nosso atendimento é realizado apenas por e-mail!
      Envie-nos sua dúvida para nosso e-mail de atendimento : suporte@drrocha.com.br assim poderemos lhe auxiliar
      melhor sobre nosso tratamento!
      Equipe de suporte.

  10. Theo

    Olá Dr Rocha tudo bem?

    quero saber do seu programa sobre diabetes, onde posso encontrar mais informações?

  11. Douglas

    minha mãe começou com a obesidade, ela é diabética, como podemos tratar isso ?

  12. Patty

    Valeu dr pelas informações, sou mto grata!

  13. sergio

    minha mãe comprou o seu programa de diabetes, mas ainda n recebe. tem algum telefone que posso ligar?

    • suporte@drrocha.com.br

      Olá Sérgio tudo bom?!

      Nosso atendimento é realizado através do e-mail suporte@drrocha.com.br.
      Encaminhe um e-mail para nós, teremos o prazer em lhe auxiliar.

  14. Elias Mendes

    Eu tenho problemas com obesidade na familia, como pode me ajudar?

    • suporte@drrocha.com.br

      Olá Elias, tudo bom?!

      Não se preocupe, teremos o prazer em lhe ajudar, encaminhe um e-mail para suporte@drrocha.com.br.

  15. João Carlos Maciel

    Minha esposa ter hipertiroidismo, oqq podemos fazer?

    • suporte@drrocha.com.br

      Olá José Carlos, tudo bom?!

      Encaminhe um e-mail para a nossa equipe de suporte em suporte@drrocha.com.br.
      Temos uma equipe pronta para lhe auxiliar.

  16. Mario Sérgio

    Obrigado por seus informações, estou muito feliz por isso!

  17. Elizabete

    Muito bommmm!!!

E ai gostou? Deixe aqui seu comentário