Carboidratos → Quais São Os Tipos? Que Efeitos Causam? Pare de Comer Agora!

Olá, aqui é o Dr. Rocha mais uma vez. No artigo de hoje irei falar sobre um tema relativamente delicado no que diz respeito a alimentação que ainda gera uma série de dúvidas, medos e principalmente receio em grande parcela da população. Estou me referindo aos carboidratos.

Afinal, O Que São Os Carboidratos?

Eles fazem parte dos três tipos de macronutrientes que ingerimos diariamente, além deles existem também as proteínas e gorduras. Esses macronutrientes são quimicamente conhecidos como hidratos de carbonos.

Esses hidratos de carbono são transformados em glicose pelo nosso organismo, sendo muito utilizados como fonte de energia por uma série de pessoas.

Entretanto é preciso ter muito cuidado com o excesso, principalmente se você for diabético, porque grandes quantidades de glicose no sangue inflamam o corpo e fazem a gordura ruim se acumular, gerando uma infinidade de problemas como diabetes e obesidade.

 

A glicose pode ser utilizada de maneira imediata, ou então ser armazenada no fígado, músculos e principalmente em forma de gordura corporal para ser utilizada posteriormente, quando efetivamente houver necessidade.

Presentes em Diversos Alimentos

Esses macronutrientes podem ser encontrados em uma infinidade de alimentos, como por exemplo:

  • Frutas;
  • Legumes;
  • Vegetais verdes folhosos;
  • Pães;
  • Cereais e demais grãos;
  • Alimentos integrais;
  • Leite;
  • Doces – como biscoitos, bebidas, bolos e tortas.

Os carboidratos presentes em alimentos naturais como é o caso de frutas, legumes e vegetais verdes folhosos devem ser preferidos com relação aos que são encontrados em alimentos que foram de certa forma processados, como é o caso de pães, alimentos integrais, leite e principalmente doces.

Todos os produtos feitos a partir do trigo devem ser evitados ao máximo na alimentação, pois causam diversos problemas de saúde. E um dos piores problemas é a diabetes. É cada vez mais comum pessoas adquirindo essa doença por consumir açúcar sem saber. Esse ingrediente está escondido nos pães de todos os tipos, nos alimentos industrializados e até mesmo nos produtos light e diet. Você pode estar pensando: Mas o que eu devo fazer quando eu for diagnosticado com diabetes? A resposta é simples: Controlar!

Mas isso quer dizer controlar por meio da alimentação inteligente, que vai ajudar a reduzir os níveis de glicose no sangue. E, pesquisando muito sobre isso nas melhores universidade do mundo, eu descobri um método eficaz para controlar a diabetes. Trata-se de um programa em vídeo chamado Diabetes Controlada. Nele você encontra o passo a passo completo para controlar a diabetes de forma 100% natural. Veja aqui como fazer parte desse programa!

 

Bons e Ruins

Informações sobre a qualidade dos carboidratos foram disseminadas em portais de notícias, revistas, e demais meios de comunicação. E isso levou minhas alunas a me questionarem acerca desses curiosos e temidos macronutrientes.

Fui questionado da seguinte maneira: Dr. Rocha, é verdade que existem carboidratos bons e ruins?

Eu respondo que sim. Esses hidratos de carbono são divididos em complexos, que são os bons e simples que são os ruins. Explicarei a diferença entre cada um deles a seguir.

Ruins

Esses hidratos de carbono são conhecidos como monossacarídeos simples, ou então açúcares simples confira na integra o post sobre o açúcar. Eles são caracterizados por formarem apenas uma molécula que não pode ser hidrolisada, ou seja, quebrada, já que sua expressão glicídica é menor.

Esse tipo de carboidrato é conhecido por ser de rápida digestão no organismo, o que aumenta rapidamente os níveis de glicose no sangue, veja mais no guia da glicose. Aumentando a liberação de insulina na corrente sanguínea, algo não tão benéfico quando pensamos em saúde.

uva

Os carboidratos ruins, ou então simples são normalmente encontrados em:

  • Nas frutas – chamado de frutose;
  • No leite – chamado de lactose;
  • No açúcar de mesa – chamado de sacarose;
  • Maltose – presente em algumas verduras.

Bons

Esses carboidratos são formados por uma série de monossacarídeos, ou seja, a união de diferentes açúcares – que podem ser degradados a hidratos de carbonos simples.

Eles são absorvidos pelo organismo de maneira muito mais lentaquanto comparados aos simples, e é exatamente por essa razão, que profissionais da saúde, como médicos e nutricionistas indicam sua ingestão.

Além de serem mais lentamente absorvidos, os complexos contêm altas quantidades de fibras em suas composições, o que ajudam em determinados momentos na promoção da saciedade e redução do apetite.

A lenta digestão desse tipo de carboidrato pelo organismo, não promove picos de glicemia sanguínea, portanto, não há liberação de grandes doses de insulina saiba mais sobre este hormônio, a Insulina para captação e armazenamento de energia em forma de gordura corporal.

Por isso, eles são considerados mais saudáveis. Os mais comuns exemplos desses tipos de carboidratos são:

  • Celulose – encontrada em algumas plantas, e também madeiras e árvores;
  • Hemicelulose – presente em uma grande gama de vegetais verdes folhosos, frutas com alto teor de fibras, farinhas integrais e legumes.

Ação no Organismo

Carboidratos são amplamente conhecidos como fornecedores de energia para o todo e qualquer tipo de organismo. Por serem rapidamente transformados em glicose, eles oferecem disposição de energia mais rápida, porém, se essa energia não for previamente consumida, então ela será transformada em gordura corporal.

O consumo só deve ser realizado se você realmente for utilizar a energia que esse tipo de alimento irá prover rapidamente, como anteriormente a uma prática esportiva, por exemplo.

A ação dos carboidratos em nosso organismo ocorre da seguinte forma:

→ Ingestão à transformação em glicose rapidamente à disponibilidade na corrente sanguínea.

→ Se uma atividade física for realizada então ele não ficará mais disponível no organismo.

Caso ocorra a ingestão desse tipo de alimento e o mesmo não seja utilizado previamente, então ele será armazenado preferencialmente em forma de gordura corporal para ser usado posteriormente, ou seja, é formada uma reserva energética.

O grande problema é que esse excesso de gordura corporal proveniente do consumo de carboidratos causa ganho de peso e uma série de problemas de saúde, como obesidade, infarto, AVC, pressão alta, aumento dos níveis de colesterol ruim e tão temida diabetes tipo II.

Quais Consumir?

Pensando basicamente em saúde e evitando os problemas que acabei de citar, minhas alunas me questionaram: Dr. Rocha, sendo assim, quais carboidratos devemos consumir?

Levando em consideração a questão de saúde, eu indicaria o consumo dos complexos, mas somente se houver gasto energético para isso, ou exista um desejo de ganhar massa magra por exemplo.

Caso contrário eu afirmo que o ideal é seguirmos a excelente alimentação estratégica, pois o consumo indiscriminado pode causar de maneira rápida o ganho de peso.

Alimentação Estratégica, a Melhor Forma de Buscar e Encontrar Saúde

Como sempre digo uma alimentação estratégica é a melhor forma de manter um organismo saudável e funcionando de modo correto.

Alimentar-se de maneira estratégica consiste primeiramente em evitar ao máximo o consumo de alimentos ricos em carboidratos. Aliado a isso, esse tipo de alimentação sugere que vegetais verdes folhosos sejam consumidos livremente, pois são fontes de vitaminas, minerais que regulam uma série de reações do organismo.

Além disso, as proteínas de alto valor biológico presentes em alimentos de origem animal, devem sempre fazer parte das refeições, assim como as gorduras de qualidade que serão fonte de energia para o organismo.

Aliar uma alimentação estratégica a atividades físicas regulares é a melhor forma de se obter saúde e como principal consequência, ter um corpo bonito.

Eu vou ficando por aqui.

Me despeço desejando saúde, paz, amor e sorte.

Gostou do nosso texto? Deixe seu comentário, compartilhe com seus amigos.

Forte abraço e até a próxima.

Posts Relacionados

Comentarios

  1. Anderson

    ótimo artigo como sempre, Dr. Rocha.

  2. Yago

    Tenho muita dificuldade em deixar de consumir carboidratos 🙁

  3. Paola

    Eu sou apaixonada por Lowcarb!!! Cortem esse mal da vida de vocês!111

  4. Uriel

    Parabéns pelo conteúdo Dr. Rocha!!!

  5. Talita

    Quero entrar em contato com você! Como proceder?

    • suporte@drrocha.com.br

      Envie um e-mail para suporte@drrocha.com.br 🙂

      Equipe Dr. Rocha.

    • Rita de Lima Giacomini

      DR. Rocha tenho uma duvida ,gostaria de saber se crepioca e cuscuz eu posso substituir, por alimentos funcional?

      • suporte@drrocha.com.br

        Não recomendamos cuscuz, apenas crepioca.
        Equipe Dr. Rocha.

  6. Maria Lucia

    Já cortei grande parte dos carboidratos da minha vida mas não consigo tirar o arroz 🙁

  7. Fabiola

    JÁ TENHO O DIABETES CONTROLADA! É EXCELENTE <3
    DEPOIS QUE COMECEI A ALIMENTAÇÃO INTELIGENTE A MINHA VIDA MUDOOOU

  8. Rafaela

    Parabéns ao Dr. Rocha e sua equipe que estão sempre me ajudando e tirando minhas dúvidas <3 *-*

  9. Renato

    Como faço para entrar no programa da diabetes?

  10. Kaio

    Obrigado pelo material Dr. Rocha!

  11. Elizabete

    ADOREI!!!

E ai gostou? Deixe aqui seu comentário