Leite e Derivados → O Que É Melhor? Quais São Os Efeitos? Resposta é Surpreendente!

Olá, aqui é o Dr. Rocha mais uma vez. No artigo de hoje, irei falar sobre um hábito alimentar que faz parte da vida de muitas pessoas. O consumo de leite e seus derivados.

 

Hábito Alimentar Passado Entre Gerações

leiteO consumo de leite é erroneamente apontado como um hábito alimentar saudável. Porém, é preciso levar em consideração que estou falando de leite retirado de animais, como vacas e cabras por exemplo, e não do leite materno.

Como todos sabem, o leite materno é o alimento mais rico nutricionalmente falando e todos os bebês deveriam ser amamentados de modo exclusivo até os 6 meses de idade, e se possível receber o leite da mãe até os dois anos de idade.

Dito isso, sigo com minha colocação sobre leite e derivados.

É um tanto quanto comum que crianças, adolescentes, adultos e até mesmo idosos consumam leite. Como disse, é um hábito alimentar que é normalmente passado entre gerações, porém não considero isso uma atitude saudável.

Leite Contém Carboidratos

Muitas pessoas acreditam que o leite é um alimento rico em proteínas, porém isso é um pensamento errado. Para provar isso, mostro logo a seguir a informação nutricional presente em 200 ml de leite integral. Confira:

  • Energia 116 calorias;
  • Carboidratos 9,1 g;
  • Proteínas 6,3 g;
  • Gorduras totais 6,0 g;
  • Gorduras saturadas 4,3 g;
  • Gordura trans 0 g;
  • Fibra alimentar 0 g;
  • Sódio 152 mg;
  • Cálcio 209 mg.

Como é fácil de notar, o principal macronutriente presente no leite é o carboidrato, ou seja, a lactose, que é um açúcar natural do leite. Ela causa uma série de malefícios ao organismo e colabora com o surgimento de vários problemas de saúde, inclusive o diabetes tipo II.

Consumo dos Derivados do Leite é Mais Saudável

Ao falar que é melhor consumir os derivados do leite, ao invés do leite em si, minhas alunas me questionam da seguinte forma: Dr. Rocha, porque posso consumir os derivados e não o leite?

Isso realmente é um pouco confuso a grosso modo, porém, vou explicar de um modo simples que farão com que todos possam entender.

Para que os derivados do leite, como manteiga, queijos e até mesmo alguns tipos de iogurte sejam fabricados, o leite em si, passa por um processo de fermentação. E durante essa fermentação, seu carboidrato – a lactose é transformada em ácido láctico pelas bactérias.

Por isso digo: Prefira o consumo de derivados, do que o leite propriamente dito.

Abaixo você pode assistir a um rápido vídeo em que eu falo um pouco desse alimento.

E o leite Sem Lactose?

No caso do leite sem lactose, existem dois problemas que a indústria de alimentos esconde dos seus consumidores.

O primeiro, é que a lactose não é realmente retirada do alimento e sim, neutralizada. A indústria alimentícia adiciona ao leite (e demais produtos) um remédio, chamado lactase.

A lactase é uma enzima que quebra a lactose do leite e é muito utilizada por pessoas que possuem intolerância a lactose. Além disso, o sabor do leite que tem a enzima adicionada normalmente sofre alterações, e para isso outros açucares são adicionados à sua composição para mascarar o sabor ruim.

Benefícios do Consumo dos Derivados de Leite

Assim que compreenderam que o consumo de derivados, são mais saudáveis, minhas alunas rapidamente me fizeram o seguinte questionamento: Dr. Rocha, e quais são os benefícios dos alimentos derivados do leite?

O consumo dos derivados do leite pode trazer uma série de benefícios a seus consumidores. Mostrarei os principais deles a seguir.

Antes de falar dos benefícios, eu quero aproveitar para avisar que eu criei um portal exclusivo para falar sobre o poder da alimentação na prevenção e tratamento de doenças. Esse portal se chama Dr. Rocha com Você. Para participar do treinamento gratuito sobre os 3 Venenos Que Você Consome Todos Os Dias Sem Saber misturados na sua comida. Vale a pena participar! Clique aqui para garantir o seu lugar!

 

Agora sim, vamos aos benefícios dos derivados de leite.

Altas Doses de Cálcio

Os derivados do leite, possuem boas quantidades de cálcio em sua composição. Portanto, seu consumo de maneira frequente e adequada pode evitar alguns problemas de saúde como osteoporose, por exemplo.

Além disso, o cálcio é importante na contração muscular, o que auxilia na prática de atividades físicas.

Probióticos

probióticosExistem alguns iogurtes que possuem o poder de melhorar a nossa microbiota intestinal.

Eles recebem o nome de probioticos. Ou seja, eles possuem microorganismos em sua composição que quando consumidos, chegam ao intestino e ajudam a aumentar a quantidade de bactérias benéficas ali presentes.

Com mais bactérias trabalhando em harmonia, há mais saúde, pois há mais maior absorção de nutrientes dos alimentos o que potencializa o funcionamento do sistema imunológico.

Colesterol Controlado

Os derivados do leite possuem uma gordura animal em sua composição, que diferente do que muita gente acredita faz bem à saúde.

Essa gordura boa é aliada na redução dos níveis de colesterol ruim, o LDL e aumento dos níveis do colesterol bom, o HDL.

Ao consumir, manteiga, queijos e iogurtes, o sistema cardiovascular se torna mais forte, e problemas como pressão alta, infarto e até mesmo AVC se tornam mais difíceis de acontecer.

Emagrecimento

Acho válido dizer que o consumo de derivados de leite também colabora para o processo de perda de peso, desde que consumidos dentro de uma alimentação estratégica, é claro.

As gorduras benéficas presentes nos queijos, iogurtes e também manteigas, por exemplo, auxiliam na oxidação da gordura corporal. O que faz com que essas sejam utilizadas como substrato energético pelo organismo, diminuindo assim, o peso total corporal.

Além disso, a presença de probióticos em alguns iogurtes, potencializam o funcionamento das células intestinais, o que favorece o fluxo de alimentos em seu interior, que colabora para um funcionamento mais eficaz do intestino.

Com um intestino saudável não há restrições hídricas, e problemas como barriga inchada e prisão de ventre tendem a desaparecer, aliviando assim, os ponteiros da balança.Ao aliarmos o consumo dos derivados do leite à uma alimentação estratégica, o resultado será emagrecimento saudável, manutenção do peso, alegria e claro, qualidade de vida.

Alimentar-se de maneira estratégica consiste na diminuição da ingestão de alimentos ricos em carboidratos, além de aumentar o consumo de vegetais verdes folhosos, que são ricos em vitaminas, minerais e compostos antioxidantes.

Além do mais, as proteínas de alto valor biológico também devem fazer parte do plano alimentar, e as gorduras e qualidade não devem ser esquecidas, pois, serão elas que irão garantir energia para o funcionamento do organismo.

Aliar uma alimentação estratégica a atividades físicas regulares é a melhor maneira de emagrecer com saúde e de quebra ter um corpo bonito.

Eu vou ficando por aqui!

Me despeço desejando paz, saúde, felicidade e sorte.

Gostou do artigo? Compartilhe em suas redes sociais, faça com que essas informações cheguem a um grande número de pessoas!

Forte abraço e até a próxima.

Posts Relacionados

Comentarios

  1. Jose maria dos santos

    Muito valido seus comentários sobre saude.

  2. Ruth Hilena Gurgel

    Amei a explicação e aproveito para perguntar se kefir realmente faz bem.
    Um abraço

    • suporte@drrocha.com.br

      Faz sim, Ruth.

      Equipe Dr. Rocha.

  3. Maria Queiroz de Sousa

    Gostei pois tomo esse leite, e estou com a glicemia alta o que fazer, não quero tomar remédio por favor me ajude 😏

  4. Luana Bartoco

    Dr. Rocha, quais são os queijos, iogurtes e manteigas mais saudáveis que você recomenda com o objetivo de emagrecimento ? Grata desde já.

    • suporte@drrocha.com.br

      Queijos amarelos, iogurtes naturais integrais e manteiga rica em gordura de boa qualidade.

      Equipe Dr. Rocha.

  5. Dilza Bastos

    Estou lendo vários artigos mais o que mais me enteressa é sobre a diabetes fui DIAGNOSTICADA como pré, ja tomo medicação e quero realmente me integrar sobre a dieta de como agir estou assustada, tenho muitas câimbra .Gostaria de saber sobre o kefir se realmente o pré ou o diabético pode fazer uso e como.por favor me orientem. Estou me sentido perdida preciso de uma direção Deus de já agradeço .

  6. Natalia

    Uma ou duas fatias finas
    de queijo Minas por dia então não faz mal?

    • suporte@drrocha.com.br

      Pode comer a vontade! 😉
      Equipe Dr. Rocha.

E ai gostou? Deixe aqui seu comentário