Insulina → O que é e Quais os Tipos (SAIBA TUDO AQUI!)

Olá aqui é o Dr. Rocha falando e hoje iremos falar sobre um tema muito importante para nossa saúde: A Insulina.

Assim que falamos sobre insulina, logo nos vem à mente o diabete mellitus, patologia que no seu tipo 1 obrigatoriamente faz com que seus pacientes necessitem da mesma, assim como em alguns casos esporádicos envolvendo o tipo 2 da doença.

O que é Insulina?O que é Insulina?

Um dos questionamentos mais frequentes realizado por meus alunos: Dr. Rocha, afinal o que é insulina?

A insulina nada mais é do que um hormônio produzido pelo pâncreas, que permite a entrada de glicose nas células para ser transformada em energia. Pessoas que possuem diabetes mellitus, podem precisar de injeções de insulina por diferentes motivos. Entre os principais podemos citar: a produção insuficiente ou não produção do hormônio, ou o organismo do paciente não conseguir utilizá-la de maneira adequada.

Atualmente é comum pacientes aplicarem o hormônio através de uma caneta de insulina, que nada mais é do que uma injeção. As injeções são velhas conhecidas do universo médico, e começaram a ser usadas em meados dos anos 1920. Hoje em dia, há modelos que atendem as necessidades particulares de cada usuário, mas ainda assim é uma prática um tanto quando desconfortável.

Insulina Alta e Baixa

O hormônio é liberado de acordo com a necessidade do nosso organismo, é possível saber o valor médio de insulina basal, ou seja, a quantidade do hormônio na corrente sanguínea, através de exames laboratoriais.

Por isso, é comum no universo médico os termos insulina alta e baixa.

  • Insulina alta: ocorre sempre que há ingestão de alimentos com grandes quantidades de glicose em sua composição, entre os mais famosos estão o açúcar, as farinhas brancas em geral e também o trigo, por exemplo. Com esse aumento de açúcar na corrente sanguínea, o organismo compreende que há grandes quantidades de energia disponível, liberando assim grandes quantidades do hormônio para armazenar esse excesso de glicose em forma de energia para ser utilizada no futuro.
  • Insulina baixa: os níveis do hormônio ficam baixos quando não há ingestão de alimentos ricos em açucares simples, com a baixa oferta de carboidratos simples, não há picos de glicemia e também não há elevação dos níveis do hormônio no organismo, não ocorrendo assim, acumulo de energia para ser utilizada no futuro de maneira desnecessária.

É ideal para a saúde, que pacientes não tenham altos picos de glicose e consequentemente de insulina na corrente sanguínea, pois os altos picos do hormônio acabam por transformar o excesso de açúcar captado em gordura, podendo trazer uma série de problemas de saúde.

Para pessoas com hipertensão arterial, também é muito importante manter os níveis deste hormônio baixos e evitar picos. Uma das funções da insulina é a retenção de sódio, fazendo com que haja aumento da pressão arterial.

Tipos de Insulina

Algo muito que é muito questionado pelas pessoas é a respeito dos diferentes tipos do hormônio que existem para serem utilizados por pacientes.

Os tipos de insulina são definidos pelo seu tempo de ação. Entre os tipos mais comuns e mais utilizados do hormônio podemos citar:

  • Ação rápida;
  • Ação intermediária – NHP;
  • Lenta ou prolongada – Lantus ou glagirna;
  • Pré-misturada.

 

Tipos de Insulina

A seguir falaremos individualmente de cada tipo:

Ação Rápida

Também conhecida como insulina regular, esse tipo de hormônio está diretamente associado às refeições. Deve ser aplicada antes de comer, ou então em alguns casos, logo após a alimentação.

Sua função é manter estável o nível de glicose no sangue depois da ingestão de alimentos ricos em carboidratos. Sua ação é a mesma da que é produzida pelo organismo.

Ação Intermediária

 Também conhecida como NHP esse tipo é mais lento, isso pelo fato de existir protamina em sua composição, o que faz com que o hormônio seja liberado no corpo com atraso.

Este tipo de ação intermediário faz com que sua ação tenha uma duração entre dezoito e vinte e quatro horas, porém seu pico de ação pode correr entre quatro e dezoito horas, dependendo da marca utilizada pelo paciente.

Lenta ou Prolongada

Conhecida como insulina glargina ou insulina lantus é um tipo lento de hormônio, cuja função é manter os níveis de glicose estáveis ao longo do dia.

É chamada de lenta ou de ação prolongada pois seu tempo de duração varia entre vinte e três e vinte quatro horas, sendo que seu pico de ação geralmente ocorre entre seis e oito horas após a sua aplicação. Esse tipo comercial do hormônio possui aminoácidos em sua estrutura, o que causa essa lentificação no processo, permitindo ser administrada apenas uma vez ao dia, o que traz mais conforto e qualidade de vida ao paciente.

Pré-misturada

Trata-se de um composto que mistura os tipos de medicamento de ação rápida e também de ação intermediária.

Esse tipo é utilizado principalmente por pessoas idosas ou com limitações na aplicação dos outros tipos aqui citados. Seu tempo de duração varia de acordo com a dose indicada pelo médico responsável pelo paciente.

Como Evitar Picos de Insulina

Como já foi citado anteriormente no texto, ingerir alimentos ricos em carboidratos, como açúcares, farinhas brancas e trigo aumentam os níveis de glicose no sangue, bem como potencializa os níveis de insulina e faz com que toda essa glicose seja armazenada em forma de gordura, algo totalmente maléfico a saúde.

Um paciente que armazena grandes quantidades de glicose em forma de gordura pode desenvolver uma série de problemas de saúde, tais como diabetes, AVC, hipertensão arterial e até mesmo Alzheimer por exemplo. Por isso, uma alimentação inteligente, onde não há picos de glicose é muito mais saudável e correta para qualquer pessoa.

Alimentos como vegetais folhosos verde escuros, como espinafre, brócolis, rúcula, ou então alimentos que sejam ricos em proteínas, tais como ovos, peixes gordos, além de gorduras saudáveis como óleo de coco e azeite de oliva são as escolhas ideais para quem não quer ter altos níveis de glicose circulante no corpo, e ter uma saúde de qualidade.

Procure sempre fazer boas escolhas alimentares, visando sempre mais saúde e qualidade de vida.

Eu vou ficando por aqui.

Me despeço de você desejando saúde e felicidade.

Gostou do nosso texto? Curta, compartilhe e também comente.

Forte abraço e até a próxima.

 

 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (164.987 votes, average: 4,80 out of 5)
Loading...

Posts Relacionados

Comentarios

  1. adão

    muito bom , ate porque devido a correria do dia, a dia poucas pessoas ligam para sua saúde, somente quando cai de vez.

  2. Luiz Gustavo Martins Duarte

    É um grande prazer Dr Rocha te parabenizar pelo seu ato de coragem e bomdade de ajudar milhares de pessoas à terem uma vida com saúde livres do DIABETES e dos sintomas que essa praga causa. Segui direitinho passoi á passo o seu ensinamento perdi 10 k parei de tomar os medicamentos ,hoje vivo uma vida de campeão minha disposição minha energia de jovem voltou surpreendendo á mim e a minha esposa.Hoje aprendi á me alimentar com os alimentos que além de saudáveis eu adoro.Valeu muito acreditar no seu caráter que DEUS te proteja e te transborde de saúde e energia para que seu objetivo seja alcançado que é ajudar o próximo.Parabéns.

    • suporte@drrocha.com.br

      Olá, tudo bom!
      Agradecemos o carinho e a confiança em nosso trabalho!
      Qualquer dúvida envie e-mail para nosso atendimento: suporte@drrocha.com.br.
      Grande Abraço!
      Equipe de suporte.

E ai gostou? Deixe aqui seu comentário