Glaucoma → Veja O Melhor Método Para Tratar Essa Doença

Olá, aqui é o Dr. Rocha falando. No artigo de hoje eu irei abordar uma doença chamada de Glaucoma, um problema ocular e que vamos entender um pouco mais no artigo que segue.

 

O Que É?

É o agrupamento de algumas condições que podem envolver os olhos da pessoa. Quem normalmente apresenta a doença possui variações de pressão intraocular e também problemas neuropáticos no nervo óptico – parte do olho responsável por carregar a informação visual até o nosso cérebro.

Quando a doença não é tratada, ocorre perda progressiva e até mesmo irreversível da visão, portanto, trata-se de um problema de saúde um tanto quanto sério.

De acordo com a OMS – Organização Mundial de Saúde, o glaucoma é a segunda maior causa de cegueira no mundo, perdendo apenas para a catarata. No mundo, pouco mais de 2% da população é diagnosticada com a doença. No Brasil, pouco mais de 900 mil casos são diagnosticados por ano.

Diferentes Tipos

Embora seja uma doença conhecida, o glaucoma pode ocorrer de diferentes maneiras, ou seja, ela possui diferentes tipos. São eles:

  • De ângulo fechado;
  • De ângulo aberto;
  • Congênito;
  • Secundário.

Falarei a seguir sobre cada tipo de Glaucoma a seguir:

De ângulo fechado

Também conhecido como glaucoma agudo, ocorre quando há saída do humor aquoso do olho é bloqueado de maneira súbita, originando um aumento rápido, doloroso e extremamente grave na pressão intraocular.

Os casos do tipo de ângulo fechado são emergenciais, pois esse aumento súbito da visão pode danificar estruturas do olho levando ao processo de cegueira.

 ângulo abertoDe ângulo aberto

De ângulo aberto é conhecido como glaucoma crônico e é o tipo mais comum da doença, normalmente ele possui causas desconhecidas e é hereditário.

Nesse tipo da doença, ocorre aumento da pressão ocular de maneira lenta e gradual. esse aumento de pressão causa danos permanentes no nervo óptico, gerando perda de campo visual.

Congênito

Como o próprio nome já diz, este tipo Congênito é transmitido para a criança durante o período de gestação e a criança já nasce com o problema. Trata-se de um tipo bastante raro de da doença e quando descoberto, deve ser tratado o mais rapidamente possível.

Secundário

Esse tipo da doença se difere dos outros, por ter causas bem difundidas. O glaucoma secundário ocorre normalmente pela utilização de medicamentos, principalmente corticoides, por traumas e por demais doenças oculares sistêmicas. Esse tipo da doença é assintomático. A perda de visão periférica normalmente ocorre de um dia para o outro.

Causas do Glaucoma

Oftalmologistas ainda não compreendem corretamente o aumento da pressão intraocular, ou seja, dentro dos olhos. Esse aumento de pressão, na maioria das vezes, está associado à lesões que ocorrem no nervo óptico, causando o surgimento/instalação da doença.

Esse aumento de pressão ocorre devido ao aumento de um liquido, que recebe o nome de humor aquoso, produzido na parte anterior dos nossos olhos, uma deficiência no canal de drenagem desse líquido é a causa mais aceita por oftalmologistas.

Além de acometer recém-nascidos, o glaucoma também pode ocorrer em crianças, porém, quando crianças desenvolvem o problema de saúde, por isso é importante ficar atento aos sinais e mudanças de comportamento das crianças e bebês.

Quando os sintomas surgem, o nervo óptico já sofreu algum tipo de dano e a criança perdeu parte ou totalmente a visão. Por isso que visitas regulares ao oftalmologista são de extrema importância.

Sintomas

Os sintomas variam de acordo com o tipo de glaucoma desenvolvido pelo paciente, os sinais variam de doença para doença. Confiram.

Ângulo fechado

Nesse tipo da doença, os pacientes podem apresentar sintomas que pioram gradativamente, ou então os sinais podem surgir de maneira bastante agressiva. Pacientes com glaucoma fechada apresentam os seguintes sintomas:

  • Dor súbita em apenas um dos olhos;
  • Visão diminuída ou embaçada;
  • Olhos avermelhados;
  • Inchaço ocular;
  • Dores de cabeça;
  • Náuseas e vômitos.

Ângulo aberto

A doença é assintomática até o início da perda de visão, o principal sinal de que algo está errado é a perda gradual da visão periférica lateral, ou seja, os pacientes passam a deixar de enxergar os cantos.

Congênito

Os sintomas de deste tipo da doença incluem:

  • Nebulosidade, ou seja, opacidade na parte frontal do olho;
  • Aumento de tamanho de um ou de ambos os olhos;
  • Vermelhidão ocular;
  • Sensibilidade à luz;
  • Lacrimejamento de um ou ambos os olhos.

Diagnóstico

Durante uma simples consulta oftalmológica o médico irá examinar o olho do paciente, a fim de encontrar variações. Embora a averiguação de pressão intraocular possa ser feita, alguns exames complementares precisam ser feitos para confirmar a presença da doença.

Entre os exames normalmente realizados estão:

  • Avaliação do nervo óptico;
  • Campimetria;
  • Exame de lâmpada de fenda;
  • Resposta de reflexo da pupila;
  • Imagens do nervo óptico;
  • Gonioscopia – utilização de lentes para verificar os canais de circulação de ângulos oculares;
  • Teste de acuidade visual.

Sem a realização desses exames, é impossível que um diagnóstico correto do problema seja fechado.

Tratamento

O tratamento depende de maneira direta do tipo da doença que o paciente é portador. O do tipo de ângulo aberto normalmente é tratado apenas com a utilização de colírios específicos.

No caso do glaucoma de ângulo fechado, pacientes precisam fazer uso de colírios e medicamentos de via oral e intravenosa com o intuito de baixar rapidamente a pressão intraocular causada pela doença;

O tipo congênito requer cirurgia para desobstrução dos canais oculares, e no tipo secundário, deve-se suspender o uso do medicamento causador do problema.

Alimentação correta é importante

Alimentos podem impedir o surgimento e avanço da doença, ou acelerar sua ocorrência. Por isso, alimentar-se de maneira saudável é importante. Mostrarei a seguir alimentos bons e ruins para o glaucoma.

Alimentos que combatem esta doença podemos destacar;

Alimentos que pioram ou aceleram o glaucoma

alimentos ricosOs alimentos que combatem o glaucoma são normalmente naturais e ricos em compostos benéficos à macula ocular, protegendo-o de maneira eficaz os olhos. Já os que podem piorar a doença, são repletos de substâncias inflamatórias que podem acelerar o processo de aumento da pressão intraocular.

Como costumo dizer, nossa saúde está diretamente ligada ao que ingerirmos. Ao nos alimentarmos de modo saudável, colhemos todos os benefícios disso.

Para entender melhor como utilizar a alimentação para salvar vidas e blindar o corpo de doenças, faça parte do Portal Dr. Rocha com Você. Clique aqui para participar de um treinamento gratuito. Espero você lá.

 

Eu vou ficando por aqui.

Gostou do texto? Deixe um comentário, compartilhe com seus amigos e familiares.

Me despeço desejando saúde, paz, felicidade e sorte.

Forte abraço e até a próxima.

Dr. Rocha.

Posts Relacionados

Comentarios

  1. Edna miranda dos santos

    Amei o texto. Excellent informacoes

    • suporte@drrocha.com.br

      =D

      Equipe Dr. Rocha.

  2. Matheus

    Muito bom o conteúdo, Dr. Rocha.

    • suporte@drrocha.com.br

      <3

      Equipe Dr. Rocha.

  3. Luisa Santos

    Nossa, os alimentos industrializados são um veneno para tudo 🙁

    • suporte@drrocha.com.br

      Com toda certeza! Devemos evitar ao máximo =D

      Equipe Dr. Rocha.

  4. Denise

    Minha avó teve o glaucoma de ângulo aberto, identifiquei pela explicação rsrsrs

    • suporte@drrocha.com.br

      😉

      Equipe Dr. Rocha.

  5. Sophia

    Quantos tipos! achei que era só glaucoma!!!

    • suporte@drrocha.com.br

      São vários 😉

      Equipe Dr. Rocha.

  6. Michelly

    A alimentação sempre é a chave de tudo <3

    • suporte@drrocha.com.br

      Com certeza =D

      Equipe Dr. Rocha.

  7. Pedro

    Quais são os alimentos ricos em Vitamina A?

  8. Fernanda

    Oi, sou Fernanda do RJ. Poderia me indicar algum material que fala sobre dor de cabeça?

  9. Tatiana

    Como faço para falar com você?

  10. Louise

    Vitamina c??

  11. Sara

    Muito bom! Gostei muito do tema abordado hoje!!!

    • suporte@drrocha.com.br

      Que bom que gostou, Sara =D

      Equipe Dr. Rocha.

      • Palmira

        Gostei do tema. Devemos aderir a alimentação inteligente já.

E ai gostou? Deixe aqui seu comentário