Zolpidem → Previna a Insônia com esse Método Natural!

Olá aqui é o Dr. Rocha falando novamente. No texto de hoje irei falar sobre um medicamento muito polêmico e ao mesmo tempo perigoso. Estou falando do Zolpidem, remédio que divide opiniões de médicos e também pacientes que o utilizam no dia a dia. Você já usou ou pretende usar o Zolpidem? Então recomendo que leia este texto rapidamente.

Porém, antes de mais nada, gostaria de dizer que todo o conteúdo a seguir possui como principal intuito o de passar informações relevantes. Caso você esteja em tratamento com qualquer tipo de fármaco como o Zolpidem, ou recebeu a indicação para fazer uso de algum medicamento, não tome nenhum tipo de atitude sem antes consultar seu médico de confiança.

Digo isso porque me preocupo com a sua saúde. Não risco sem necessidade. Dito isso é hora de seguirmos adiante com o nosso texto. Estão preparados? Então, boa leitura!

 

Que medicamento é esse?

O Zolpidem é um medicamento que possui como princípio ativo o Hemitartarato de Zolpidem, uma substância que atua diretamente no eixo hipotalâmico. Essa substância atua sob a forma de um indutor do sono causando aos pacientes que o administram efeitos soníferos e/ou então capazes de preservar a arquitetura do sono. Dessa forma, garante uma noite tranquila e totalmente restauradora.

O medicamento é comercializado somente sob a forma de comprimidos. Cada comprimido contém 10 mg do princípio ativo, além de seus excipientes presentes na fórmula a fim de conferirem estabilidade ao fármaco.

Descubra no vídeo abaixo 5 alimentos que ajudam a dormir melhor.

Os Excipientes utilizados são: lactose, celulose microcristalina, amidoglicolato de sódio, dióxido de silício coloidal, ácido succínico, estearato de magnésio, hiprolose, dióxido de titânio e macrogol.

Mostrarei a seguir as maneiras mais usuais de utilização desse controverso medicamento.

Modo de Usar

O Zolpidem deve ser ingerido/administrado de maneira imediata antes do paciente ir se deitar. O tratamento não deve ser interrompido sem o conhecimento do médico de confiança, pois pode causar uma série de efeitos maléficos no dia a dia dos pacientes.

Normalmente a duração do tratamento deve ser a mais breve possível. É comum que tratamentos com Zolpidem não excedam o prazo de 4 semanas, já contando com o período de possível redução na dosagem.

No caso de insônia casual, o medicamento normalmente é utilizado durante 2 a 5 dias. Já em casos de insônia transitória, o tratamento geralmente possui duração entre 2 e 3 semanas.

Em casos esporádicos o período de tratamento pode ultrapassar as 4 semanas, porém, isso só será feito, após o paciente passar por uma reavaliação clínica.

Adultos abaixo de 65 anos devem ingerir 1 comprimido de 10 mg por dia ao se deitar.

Adultos com idade acima de 65 anos ou que possuam algum tipo de problema no fígado devem ingerir somente meio comprimido (5 mg) por dia.

Em qualquer tipo de tratamento a dose máxima de 10 mg diariamente não deve ser ultrapassada.

compostos fitoterápicos.A exemplo do que ocorre com muitos outros medicamentos, a utilização de Zolpidem pode trazer efeitos colaterais à saúde do paciente. Esses efeitos podem ser facilmente controlados ou neutralizados através da utilização de compostos fitoterápicos.

Mais adiante eu vou citar os efeitos colaterais que o Zolpidem provoca. De antemão adianto que todo fármaco causa efeito colateral. Alguns de forma severa. Faça a experiência de consultar a bula de qualquer remédio e tire suas próprias conclusões.

O bom é que existem remédios naturais. São os fitoterápicos. Eles praticamente não possuem contraindicação e são mais seguros. Vamos falar mais sobre isso adiante. Agora, se você já quiser se cadastrar para receber por e-mail um treinamento gratuito sobre fitoterápicos, basca clicar aqui.

 

Indicações de Uso do Zolpidem

Como havia dito, o Hemitarataro de Zolpidem age diretamente sobre os centros de sono do cérebro. Por esse motivo, as principais indicações do medicamento são para os seguintes pacientes:

  • Que possuem problema de insônia;
  • Que têm dificuldades em adormecer;
  • Que têm dificuldades de permanecer adormecidas.

Efeitos Colaterais

Por ser um medicamento que atua diretamente no Sistema Nervoso central, as reações adversas se mostram relacionadas com as doses utilizadas e suscetibilidades de cada paciente. Normalmente os efeitos colaterais costumam surgir com mais frequências em idosos do que em adultos.

Entre as principais reações adversas desse do Zolpidem eu cito:

  • Episódios de confusão;
  • Reações adversas psiquiátricas;
  • Vertigens e tonturas;
  • Instabilidade de marcha;
  • Taquicardia;
  • Cefaleias;
  • Perda da capacidade de vigília;
  • Fraqueza muscular;
  • Ansiedade;
  • Distúrbios gastrintestinais;
  • Sonolência diurna;
  • Pressão alta;
  • Reações alérgicas;
  • Insônia;
  • Alterações de libido;
  • Tolerância;
  • Dependência.
Leitura Recomendada!

Alternativa Natural

Como citei anteriormente, sempre que for possível devemos procurar determinadas alternativas naturais para tratarmos os mais variados problemas de saúde. É plausível minimamente amenizar os efeitos colaterais que os medicamentos podem nos causar. No caso de distúrbios do sono, isso é algo totalmente alcançável.

O primeiro passo a seguir é adotar uma alimentação saudável e a prática de atividades físicas de modo constante. A união desses dois fatores é capaz de proporcionar uma série de nutrientes ao organismo e auxiliar na liberação de hormônios e substâncias capazes de causar relaxamento, bem-estar e facilitar e proporcionar boas noites de sono totalmente tranquilas.

Entretanto cada vez mais acredito que somente uma alimentação saudável e a prática de atividades físicas não são suficientes para que nosso organismo funcione de modo adequado. Sendo assim, a utilização de suplementos fitoterápicos são a chave para turbinar ainda mais sua saúde.

Fitoterápicos são suplementos naturais. Seus princípios ativos são retirados de modo orgânico de alimentos funcionais e também plantas medicinais. Os alimentos funcionais são aqueles que, além de nutrir, previvem e até tratam doenças.

Esses compostos são normalmente armazenados e consumidos no interior de cápsulas, para que sua absorção e efeitos benéficos sejam obtidos pelo organismo sem nenhum tipo de problemas.

Por serem naturais, os fitoterápicos dificilmente causam efeitos colaterais, ou são contraindicados.

Técnicas avançadas de agricultura transformam a qualidade nutricional dos alimentos. Hoje os alimentos são plantados e coletados cada vez mais rapidamente e isso faz com que sejam mais pobres em termos de nutriente.

É por isso que acredito que a suplementação com fitoterápicos é algo de suma importância para todas as pessoas.

Contraindicações

O Zolpidem é contraindicado nas seguintes situações:

  • Pacientes que tenham alergia ou sejam hipersensíveis ao Hemitartarato de Zolpidem ou qualquer outro componente presente na fórmula;
  • Mulheres grávidas;
  • Mulheres que estejam em período de amamentação;
  • Crianças com menos de 15 anos de idade.

Além disso, a utilização desse fármaco é contraindicada com a presença de álcool e/ou então com medicamentos antidepressivos, pois ambos compostos podem alterar o efeito do remédio.

Pacientes com problemas respiratórios e hepáticos devem utilizar o medicamento com cautela.

É importante dizer que não devemos fazer uso de medicamentos sem que haja prescrição médica. A automedicação é uma prática perigosa que pode trazer uma série de riscos à nossa saúde.

 

Eu vou ficando por aqui.

Caso você possua qualquer tipo de dúvida ou tem experiência na utilização de Zolpidem, deixe um comentário. Vamos utilizar esse espaço para trocarmos informações de qualidade. Dessa maneira todos saímos ganhando.

Me despeço desejando saúde, sorte e felicidade.

Forte abraço e até a próxima;

Dr. Rocha!

Posts Relacionados

Comentarios

  1. Leonor Sousa

    Sofro muito com a insonia. É triste.

  2. Marli Gonçalves

    Dr Rocha, fale sobre a insônia por favor

  3. Ana Lucia

    Gostei!

    • suporte@drrocha.com.br

      😉
      Equipe Dr. Rocha.

  4. Magnolia

    Preciso de ajuda com a insonia

  5. Juci

    Ninguém merece ter que precisar de remédios para dormir

    • suporte@drrocha.com.br

      🙁
      Equipe Dr. Rocha.

  6. Rosalinda

    OBrigada por essa informação.

    • suporte@drrocha.com.br

      😉
      Equipe Dr. Rocha.

  7. Telma Machado

    Estou esperando a próxima live!

    • suporte@drrocha.com.br

      Acompanhe o Dr. Rocha nas redes sociais para saber quando terá novas lives. 😉
      Equipe Dr. Rocha.

  8. Joana Amorim

    Bom dia Dr Rocha sempre coloco em prática suas dicas.

    • suporte@drrocha.com.br

      Que ótimo, Joana!
      Equipe Dr. Rocha.

  9. Rosana Moreira

    Obrigada pelo alerta

    • suporte@drrocha.com.br

      😉
      Equipe Dr. Rocha.

  10. Lucia

    prefiro ir nas alternativas naturais

E ai gostou? Deixe aqui seu comentário