Diabetes Gestacional → Veja as Causas e Previna-se

Olá, aqui é o Dr. Rocha. No artigo de hoje venho até vocês para falar sobre um tipo de problema exclusivo de mulheres em períodos de gestação. O diabetes gestacional.

 

Saiba o Que é!

o que é diabetes gestacionalO diabetes gestacional é o aumento dos níveis de glicose no sangue. Como o nome já sugere, ele ocorre em mulheres que estão grávidas e que não eram diabéticas antes de engravidar.

Geralmente esse tipo de problema aparece  no 3º trimestre da gestação. No entanto, na maioria dos casos, essa condição de saúde é revertida de maneira automática pelo próprio organismo após o parto.

Mulheres que apresentam o diabetes gestacional precisam passar por tratamento para evitar possíveis complicações. Mães que desenvolvem o problema na gravidez podem desenvolver o diabetes tipo 2 alguns anos após a gravidez. Por isso, o cuidado é importante.

Causas

Durante a gestação o organismo feminino sofre uma série de alterações fisiológicas. Por conta de ter uma nova vida sendo gerada em seu interior, o corpo passa por algumas alterações.

Existe uma velha lenda que diz: “Quando a mulher está grávida, elacausas diabetes gestacional precisa comer por dois”. Embora isso não seja verdade, muitas mulheres acabam aumentando o consumo alimentar durante a gestação.

Ginecologistas e nutricionistas especializados em nutrizes afirmam que as necessidades calóricas de uma grávida mudam pouco.

Durante o primeiro trimestre o consumo calórico deve ser normal, como se a mulher não estivesse grávida. No segundo trimestre deve-se aumentar cerca de 180 calorias e, no terceiro trimestre, o aumento energético deve ser de cerca de 300 calorias.

Sendo assim, as principais causas do diabetes gestacional são:

  • Consumo calórico aumentado, aliado a escolhas alimentares ruins, como alimentos ricos em carboidratos;
  • Produção e oferta de insulina deficitária para mãe e para o bebê;
  • Interferência de hormônios exclusivos da gestação como o lactogênio da placenta, que atrapalham a ação correta e adequada da insulina.

Principais Sintomas

Os sintomas do diabetes gestacional são difíceis de serem notados. É comum que os sinais da doença sejam confundidos com alterações decorrentes durante o período da gravidez.

As grávidas com diabetes gestacional apresentam:

  • Aumento de fome e sede;
  • Aumento de peso na mulher, no bebê ou em ambos;
  • Aumento do fluxo urinário;
  • Cansaço maior do que o normal;
  • Pés e pernas inchadas;
  • Infecção urinária recorrente;
  • Candidíase;
  • Visão embaçada.

O Diagnóstico é Fácil de ser Feito

Como disse, esses sintomas são semelhantes às alterações apresentadas pelo organismo feminino nesse período.

Por isso, o problema de saúde só pode ser diagnosticado através da realização de dois exames de sangue específicos: Glicemia em jejum e curva glicêmica.

glicemia em jejumGlicemia em jejum

Como o nome sugere, o exame de glicose em jejum mede os níveis de açúcar da mulher durante um período de jejum que pode variar entre 8 e 12 horas. O valor considerado normal para esse exame é de até 99mg/dL.

Valores superiores ao da normalidade é sinal de que a insulina não está funcionando de modo adequado.

Curva glicêmica

O exame de curva glicêmica tem como objetivo medir a quantidade de glicose no sangue após a ingestão de determinada quantidade de açúcar. Através da curva glicêmica é possível notar a ação da insulina no organismo.

Para realização desse sangue, a grávida em jejum ingere uma bebida à base de glicose. Em seguida são coletadas 3 amostras de sangue, após uma, duas e três horas.

Os valores de normalidade são:

  • Após uma hora: valor inferior a 180 mg/dL;
  • Após duas horas: valor inferior a 155 mg/dL;
  • Após 3 horas: valor inferior a 140 mg/dL.

Tratamento é Simples

Ao ser constatada a presença da doença, o tratamento é simples e consiste basicamente em alterações de dietas e práticas de atividades físicas moderadas.

O consumo de alimentos pobres em carboidratos ou com índices glicêmicos baixos são recomendados para as grávidas portadoras desse problema de saúde.

Já a prática de atividades físicas moderadas é recomendada para auxiliar a entrada de glicose nas células. Os principais exercícios recomendados para as grávidas são aqueles de baixo impacto, como natação, hidroginástica, pilates e caminhada.

Entretanto, se os níveis de glicose estiverem muito altos pode-se utilizar alguns medicamentos.

Dentre os que são mais utilizados nesse caso, estão os hipoglicemiantes orais,ou então a insulina. Ambos os fármacos auxiliam a entrada de glicose nas células e diminui os níveis de açúcar no sangue.

É válido ressaltar que quem decide pela utilização de fármacos é o médico responsável pelo acompanhamento pré-natal.

O diabetes gestacional, quando controlado e tratado, normalmente desaparece após o parto.

Cardápio para Diabetes Gestacional

Mostrarei a seguir um exemplo de cardápio qualitativo para as grávidas diagnosticadas com esse problema de saúde.

Café da manhãomelete café da manhã

Lanche da manhã

Almoço

  • Salada de folhas;
  • ½ tomate picado;
  • 1 cebola pequena crua;
  • 1 colher de sobremesa de azeite;
  • 1 filé de frango grande grelhado;
  • 1 copo de limonada sem açúcar.

Lanche da tarde

  • 1 potinho de iogurte natural sem açúcar;
  • 1 colher de sobremesa de goji berry;
  • 3 castanhas do Pará.

Jantar

  • Legumes cozido no vapor;
  • 1 colher de sobremesa de azeite extra virgem;
  • 1 posta média de salmão grelhado ou outro peixe.

OBS: Ou o mesmo do almoço.

Ceia

  • 1 xícara de chá
  • 1 quadradinho de chocolate 70%.

Prevenir é o Melhor Caminho

Assim que for diagnosticada, a grávida deve optar pelo caminho da prevenção. Ou seja, se alimentar de maneira adequada e praticar atividades físicas leves de modo regular.

Quando descontrolado, o diabetes gestacional pode ocasionar:

  • Rompimento de placenta;
  • Parto prematuro;
  • Infecções na mãe e no bebê;
  • Futuro desenvolvimento de diabetes tipo 2 na mãe;
  • Problemas no fígado do bebê;
  • Maiores chances do bebê desenvolver diabetes tipo 2 durante a vida;
  • Propensão ao desenvolvimento da obesidade no bebê;
  • Bebê nascer morto ou morrer após o parto.

 

Caso você queira saber mais informações sobre o complexo universo feminino, clique no botão abaixo e conheça o meu Portal exclusivo para mulheres: o Bem Mais Mulher.

Ao se cadastrar, você receberá conteúdos incríveis que foram desenvolvidos especialmente para mulheres. No Portal você terá a oportunidade de descobrir verdades e as mentiras que te fizeram acreditar até hoje em relação à sua saúde.

 

Por favor, não adie a sua saúde por nem mais um dia sequer. Combinado?

Conheça agora mesmo o Portal mais completo sobre saúde da mulher. Tem um conteúdo incrível esperando por você!

Por isso, prevenir é a melhor solução.

Com isso, chegamos ao fim de mais um artigo.

Gostou? Curta, comente e compartilhe.

Eu vou ficando por aqui.

Me despeço desejando, sorte, amor e muita felicidade.

Forte abraço

Dr. Rocha

Posts Relacionados

Comentarios

  1. Marinalva da Mota Pinheiro

    Muito bom esse comentário mas dr Rocha o senhor não tem um cardápio para diabéticos tipo dois

E ai gostou? Deixe aqui seu comentário