Sintomas do Infarto → Saiba Como Reconhecer!

Olá, aqui é o Dr. Rocha falando e hoje iremos debater sobre um assunto que ainda levanta uma série de dúvidas e discussões entre muitas pessoas: Sintomas de infarto e como os reconhecer!

O que éO Que é Infarto?

Antes de falarmos dos sintomas de infarto, precisamos mostrar de maneira esclarecida o que é infarto. Existe uma série de sinônimos para esse problema do coração, entre os principais podemos citar: ataque cardíaco, infarto agudo do miocárdio e até mesmo parada cardíaca.

Um infarto ocorre quando o fluxo de sangue ao coração é totalmente bloqueado por um tempo prolongado de modo que parte do músculo cardíaco (coração) seja danificado, ou então morram. Dentro da área médica, o infarto é chamado de infarto do miocárdio.

É importante ressaltar que o infarto pode ser fatal. Com um tratamento adequado, é possível evitar uma série de danos significativos ao coração e isso é algo mais do que fundamental para que o paciente que sofreu um ataque do coração possa viver muitos anos sentindo-se bem. Por isso, é crucial ter pleno conhecimento dos sintomas de infarto.

Principais Sintomas do Infarto

 

O infarto é um dos maiores medos das pessoas, por isso, muitos alunos me questionam como saber identificar os sintomas e prestar socorro o mais rápido possível.

Eu respondo que há uma série de sintomas de infarto, e saber reconhece-los, pode ser fundamental para salvar a vida de uma pessoa. A seguir, falarei um pouco mais sobre cada um desses sintomas.

Dores no peito que refletem no braço esquerdo

Esse é um dos principais sintomas de infarto. O paciente que está sofrendo um ataque do coração sente uma forte dor no peito que se reflete principalmente em seu braço esquerdo. É um sintoma impossível de não ser relatado.

Palpitações e arritmias

Com o fluxo sanguíneo totalmente inadequado, o coração entra em um modo de defesa automático na tentativa de continuar a bombear sangue para todo o corpo, por isso, é comum que o paciente sinta palpitações diferentes, além de arritmias cardíacas.

Esses são sintomas de infarto muito comuns e fáceis de serem observados.

Vômitos ou ânsia

No momento em que o fluxo sanguíneo para o coração é obstruído, o paciente sente uma forte ânsia de vômito, ou então começa a vomitar.

Aliada as dores no peito e também no braço esquerdo, esse sintoma de infarto jamais deve ser negligenciado.

Falta de ar e sonolência

Com o fluxo sanguíneo para o coração diminuído, naturalmente o oxigênio também diminui. Essa ausência de oxigênio ao musculo cardíaco faz com que esse cesse sua contração diminuindo a irrigação sanguínea para todo o corpo, levando ao surgimento desses sintomas.

Desmaio tontura e vertigem

Esses sintomas de infarto são clássicos, ainda mais quando acompanhados de dores no peito e também no braço esquerdo do paciente.

A vertigem, tontura e consequentemente o desmaio, são totalmente provenientes da falta de oxigenação causada pela diminuição ou parada dos batimentos cardíacos. Caso o paciente desmaie, as chances do infarto ser fatal são muito altas.

Sintomas em mulheres

Embora muitas alunas questionem sobre os sintomas do infarto feminino, eu afirmo que há poucas diferenças em relação aos homens. Os principais sintomas de infarto nas mulheres são: fadiga intensa, náuseas muito fortes e principalmente dor na boca do estomago.

Diagnóstico de InfartoDiagnóstico de Infarto

Saber analisar os sintomas de infarto é algo muito importante e que pode salvar a vida de um parente, amigo ou cônjuge. Porém, o diagnóstico final de que realmente houve um infarto agudo do miocárdio só vai ocorrer através de uma consulta médica, bem como a realização de uma série de procedimentos.

Antes de tudo, o coração e o pulmão do paciente serão auscultados através da utilização de um estetoscópio, este procedimento viabiliza a “escuta” destes órgãos.

Depois disso, alguns testes físicos e verificações de sinais de infarto como dores no peito, dor no braço esquerdo, dormência nos membros e falta de ar serão analisados.

Por fim, uma série de exames serão solicitados, a fim de fechar o diagnóstico do infarto. Entre os principais exames solicitados, estão:

  • Eletrocardiograma (também conhecido como ECG);
  • Exames de sangue;
  • Radiografia de tórax;
  • Ecocardiograma;
  • Angiografia;
  • Cintolografia do miocárdio;
  • Tomografia computadorizada;
  • Ressonância magnética;
  • Teste ergométrico (somente após o quadro estar totalmente estabilizado).

Diferenças entre infarto do miocárdio e infarto fulminante

Um infarto do miocárdio é um infarto normal, onde o coração sofre pequenas lesões devido à ausência de circulação e permite que o paciente chegue ao hospital para receber atendimento.

 Já o infarto fulminante, é aquele que surge de repente, lesando grandes áreas do coração e muitas vezes pode causar a morte da vítima antes dela receber atendimento médico.

Causas do Infarto

Temendo essa condição de perigo ao coração, muitas alunas frequentemente me fazem o seguinte questionamento: Dr. Rocha, quais são as causas de um infarto?

O infarto ocorre quando uma ou mais artérias que levam oxigênio ao coração são obstruídas por coágulos sanguíneos ou então placas de gordura que se acumulam nas paredes das artérias. A presença dessas placas de gordura no sangue é chamada de aterosclerose – ou então, placa de colesterol.

Antigamente acreditava-se que o infarto agudo do miocárdio ocorria quando essas placas cresciam de maneira progressiva até fecharem completamente o vaso. Hoje em dia sabemos que isso não ocorre, o fechamento do vaso ocorre devido a uma ruptura nessa placa de gordura, levando a formação de um coágulo que obstrui de maneira abrupta a artéria, dificultando a passagem sanguínea e ocasionando dessa maneira o infarto.

Antigamente, também se acreditava que o alto consumo de gorduras saturadas causava infarto. Hoje, você que acompanha este blog, sabe que isto é um mito já quebrado por estudos de alto nível de evidência científica.

Outro grupo de risco para infarto é o grupo dos diabéticos. A diabetes não tratada e controlada, como já citei neste blog, é uma doença com muitas consequências, e uma delas é infarto.

Como Prevenir

Diferente do que muita gente acredita, uma alimentação rica em gorduras saudáveis não faz mal ao coração como uma alimentação rica em alimentos compostos por carboidratos simples, como farinha branca e trigo por exemplo.

O alimento que é rico em carboidrato simples quando consumido acaba por ser estocado no organismo em forma de gordura, e pode resultar no surgimento tanto dos indesejados pneuzinhos, como em forma de placa de gordura, ou seja, um verdadeiro perigo ao coração.

Por isso, devemos nos alimentar de maneira inteligente. A alimentação inteligente promove uma série de benefícios, entre elas a proteção ao coração.

Alimentos ricos em gorduras de qualidade como salmão, ovos, azeites, óleo de coco e laticínios estimulam a síntese do bom colesterol e protegem o coração.

Além disso, vegetais verdes escuros, como espinafre, brócolis e couve, por exemplo, são antioxidantes, e devem ser ingeridos de maneira constante a fim de proteger a elasticidade de vasos sanguíneos o que previne infarto e faz com que o coração funcione de maneira adequada.

Como eu sempre digo, devemos priorizar uma alimentação de qualidade. Fazer boas escolhas alimentares é algo fundamental para uma vida saudável, tranquila e feliz.

Como Prevenir

Busque sempre por saúde.

Me despeço desejando felicidade e saúde.

Gostou do texto? Curta, comente e compartilhe.

Posts Relacionados

Comentarios

  1. sonival bezerra

    Excelente e esclarecedor. Vou imprimir e manter para eventual necessidade.

  2. Antônio de Pádua Lopes

    Gostei da matéria ! Em um outro momento fale sobre Hidrocefalia .Sei que existe inúmeros casos no Brasil . Minha esposa há muitos anos apresentou um quadro de cisticercose cerebral,esta situação hoje apesar de ter sido tratado deve ter deixado sequela e hoje necessita da colocação de uma válvula ,pois os ventríloquos estão dilatados e o uso do corticóide chegou no seu limite de uso .Mande -me algum outro procedimento . Obrigado.

    • suporte@drrocha.com.br

      Olá, tudo bom!
      Nosso atendimento é realizado apenas por e-mail!
      Envie-nos sua dúvida para nosso e-mail de atendimento : suporte@drrocha.com.br assim poderemos lhe auxiliar
      melhor sobre nosso tratamento!
      Equipe de suporte.

E ai gostou? Deixe aqui seu comentário